Monday, September 28, 2009


estou cansada.
sem forças
até as lagrimas acabaram

como um rio que secou.
neste momento é como se não existissem alternativas
a minha vida
cruzei os meus limites,
fiz pouco, muito pouco
das minhas leis.
não tenho desculpa por não saber,
foram os meus próprios pés que marcharam sobre a calçada.
memórias tristes de um presente,
os sons, os cheiros, as imagens deste mesmo dia.
e agora, sei
que não há fuga possível,
nem sequer imaginária.
não, não me entrego.
estou, talvez para sempre, em guerra.
pisei as flores do meu caminho.

24 comments:

HannaH said...

quando não há fuga possivel, ou quando perdemos tudo, já não há mais nada a perder...tudo a ganhar. tudo irá ficar bem, depois das grandes quedas surgem as maiores recuperações.

g said...

Nunca nada é para sempre, as flores que se pisam já caminhavam para o seu fim.

Bj

just me, an ordinary girl said...

:(

somos duas
um beijo grande e um xi.coraçao apertado

Maria said...

Novas flores surgirão no teu caminho. Basta estares atenta...

Um beijo

Eu Mesma! said...

Beijos grandes :)

Apenas eu said...

até uma rua sem saída é um caminho... desde que saibamos que para continuar temos que dar a volta.

hoje estás cansada.
amanhã há mais flores.

beijo Vela.

Mar Arável said...

Curioso

o meu último livro de poesia

dá-se pelo nome

"Que fizeste das nossas flores"

Cris França said...

forte
sincero
profundo
mas assumir a dor é começar a se despedir dela

Luis Eme said...

as flores não!

(depois não te posso oferecer uma rosa...)

bjs Vela

Dantins said...

Força e coragem nesse teu caminho, que te leve a bom porto.

Bjos

continuando assim... said...

pode sempre aparecer outro caminho ...

Lu.a said...

Beijos e mimos para ti! :)

Seastar_ Hannanur said...

Ó Velita,estas tuas palavras soam-me a conteúdo politico.E não me perguntes porquê.

Um abracinho

Fire Wife said...

Há sempre alternativas, há sempre fuga, é preciso ter confiança, sempre. Beijinhos

mfc said...

Há sempre uma forma de encontrarmos o caminho do sorriso.
Procura... e vais te surpreender.

Francisco said...

...Velita, a tua alma é guerreira..

a vida é dura. Os momentos de desilusão são sempre brutais, mas ... isto está feito assim.

Pegar no Simão, esplanar por aí, cabeça ao sol, canções muitas a bater lá dentro. 1 sorriso (porque não).

E lá vamos nós para mais uma semana.

Beijo.
Francisco

A. said...

Velinha, há sempre fuga possível. Por agora podes não ver mas quando te sentires melhor verás tudo bem mais claro e novos caminhos se abrirão.
Beijinhos amiga

pn said...

As flores que pisaste brilharam sob teus pés...

rasgandoosilencio said...
This comment has been removed by the author.
quanto pesa o vento? said...

por vezes vamos abaixo mas passado um tempo verificamos que somos fortes.
abraço para ti.
festinha para o simão.

Spiritual said...

Linda, a porcelain doll tem novo lar e novo perfil: http://spiritualandnonreligious.blogspot.com/

Convido-te a uma visitinha :)

Beijinhos, prometo voltar com mais tempo e com calma para ler tudo com atenção e comentar com jeitinho... :) Beijinhos!

Spiritual said...

Reparei agora que já tinhas dado por mim, mesmo sem eu te avisar!! :D Boa, olha então aviso só que é mesmo por ali que vou ficar nos próximos tempos, pelo que continuarei a seguir-te, mas com o novo perfil ;)

Beijinhos!

via said...

há sempre alternativa, se não houver inventa-se! Força! Viver é precioso!

rasgandoosilencio said...

Por motivos diferentes, as (minhas)lágrimas ainda não pararam... é triste quando fazem pouco de nós... mas sei, sei mesmo, que um dia vou encontrar um caminho que me mereça...