Sunday, April 11, 2010

simplesmente

gostava de nunca ter nascido.

16 comments:

Seastar_ Hannanur said...

Sacrilégio, Velinhas!

Nunca deves pensar assim.Por mais que a Vida seja dura, é sempre um bem precioso que nunca se deve desperdiçar.

Um abraço apertadinho!

:)muitos

Maria said...

Um abraço grande para ti...
... e um beijo.

PavlovDoorman said...

Amiga velinha, é preciso ir aí dar-te um safanão?

Olha que arranja-se sempre tempo para isso.

Beijo grande

Eu Mesma! said...

Nunca....
nunca desejes isso... por pior que a tua vida seja nesse momento... nunca mas nunca seria pior que se não tivesses nascido....

nat. said...

Beijo grande!!! (não tenho comentado... mas continuo a passar por aqui!)

Também tenho dias assim... outros simplesmente olho o Céu, e simto-me feliz só por exisir!

Abobrinha said...

Linda, nem penses isso. Não vale a pena, mesmo porque não é opção (a de terminar a vida que existe não é MESMO opção). Aproveita é o que a vida tem para te dar, que às vezes é mais do que parece.

Valéria Gomes said...

Já experimentou viver a vida na essência de sua simplicidade e positivismo?
Da felicidade não se corre atrás, apenas perde-se algum tempo para descobri-la.
Fique bem, minha querida!!!

Beijos de vida para ti!!!

Euzinha said...

e depois como é que conhecias aqui a malta?? e os dias bons apagavam-se? a vida é para ser vivida o melhor que conseguimos e podemos e existiraõ smp dias bons e outros cinzentos. onde day at a time, baby steps for starters like us. bj

amazing said...

Sim...
E então como é que eu vinha aqui?

just me, an ordinary girl said...

compreendo-te e aceito o que dizes.
o que eu penso é que damos demasiada importancia à vida e pouca importancia à nossa pessoa.
acho que o caminho é gostarmos de nós e procurarmos nos satisfazer com pqns coisas
a nossa vida, os nossos sonhos, os nossos projectos, a nossa profissao, a nossa casa, etc etc, sao mesquinhices comparadas com o ser que respira e sente e vive aqui e agora...
um ser que é efemero e por isso precisa ser desfrutado enquanto É!

é apenas a minha opiniao, com a qual poucos partilham, mas mesmo assim deixo-ta aqui, pq tenho-te carinho e desjo-te o bem

fatima

just me, an ordinary girl said...

compreendo-te e aceito o que dizes.
o que eu penso é que damos demasiada importancia à vida e pouca importancia à nossa pessoa.
acho que o caminho é gostarmos de nós e procurarmos nos satisfazer com pqns coisas
a nossa vida, os nossos sonhos, os nossos projectos, a nossa profissao, a nossa casa, etc etc, sao mesquinhices comparadas com o ser que respira e sente e vive aqui e agora...
um ser que é efemero e por isso precisa ser desfrutado enquanto É!

é apenas a minha opiniao, com a qual poucos partilham, mas mesmo assim deixo-ta aqui, pq tenho-te carinho e desjo-te o bem

fatima

Sonia Barbosa Guzzi said...

Eu sei. As vezes bate mesmo uma vontade de correr e procurar um jardim de saturno pra chorar as mágoas...mas agora já que a gente está aqui vamos manter a chama bem acesa?. O que você acha?

Francisco said...

simplesmente

nascemos. nascemos humanos, de carne e osso, com esta terrível responsabilidade que é ter de carregar sobre os ombros glaciares.

simplesmente

carregamos glaciares e vivemos. vivemos no meio de tanta solidão, no meio de tantos, no meio de nós. vivemos e por vezes não acreditamos.

simplesmente

por vezes não acreditamos e somos mais do que alguma vez julgámos ser possível. somos muitos. somos braços, pernas, olhos, somos nada. somos as canções e o desespero. E no final somos oceano.

simplesmente

no final somos oceano e estamos por aqui e viajamos. viajamos neste mistério. e temos coragem. temos coragem de assumir as fraquezas e com elas definir caminhos. e seguimos em frente.

simplesmente

seguimos em frente.

um beijo.
Francisco

Angel in the dark said...

Tem dias que nos sentimos assim, mas vale sempre a pena nascer e olhar para todo o caminho percorrido, mesmo que nele apenas tenhamos coleccionado pedras, como diz Fernando Pessoa num poema.

Angel

joão said...

EXAGEROS...

Luis Eme said...

a vida é muito mais que "simplesmente".

aprende a colher e guardar apenas os frutos bons e doces da vida.

bjs vela