Sunday, September 05, 2010

cores


se no meu ouvido não berra o vermelho

se com o meu sorriso não combina o amarelo

se nos meus olhos não escorre o verde da emoção

talvez não adiante
achar que vou mudar

porque eu ouço me
timidamente a rir de mim de mim própria
como que a testar a minha paciência

e entre as dificuldades de me perdoar
eu nunca me despeço, de mim mesma.

4 comments:

Eu Mesma! said...

adorei texto

TERESA SANTOS said...

Bem-vinda Velinha,
Estava a ficar preocupada mas a ausência deveu-se, apenas, às férias, óptimo!
E claro, com um bom recomeço...
Beijinho.

joão said...

welcome home.

nuvem said...

:) Fazes bem. Mesmo que quisesses despedir-te, não conseguias... como diz o nosso Camões, tu levas-te sempre contigo :)

Beijinhos