Sunday, July 15, 2007

Chove chuva

Uns dias chove
Noutros dias bate o sol.
Chove fininho, chove pouco, chove muitinho.



20 comments:

A said...

E hoje chove, como um dia de Inverno... Não acho normal!

pn said...

chuva às cordas
por aqui
tão grossas, por vezes, como tuas enleadas correntes

Mateso said...

Antigamente ,as chuvadas eram em Abril, prenuncio de Primavera. Hoje, a chuva sem toque de chuvada é prelúdio de verão estragado... o que temos!!!!
Bj.

Mãos de Veludo said...

há blogs que não nos dizem nada, há ouitros que nos dizem Mundos... foi o que me aconteceu neste blog... vim cá parar por acaso, mas ainda bem! gostei de tudo, mas comento este porque sim (e porque não?) ... em pleno mês de julho, eis que chove, e as nossas ideias se refrescam... vou voltar!!

Maçã de Junho said...

Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui está preta!!!!

Beijos e que venha o Sol!
M


PS: E os caracóis????

Guilherme Morgado said...

Chove...e ainda bem.
O doce cheiro a terra molhada sobrepõe-se à horrorosa imagem e ideia de secura.
Num País com verões de tão maus prenúncios ao menos que a chuva seja algo de novo, de belo, de limpo!
Saudações
Guy

Bia said...

O tempo hoje esteve para lá de estranho... choveu, mas depois fez um calor abrasador... o que raios se passo?!...

Mustafa Şenalp said...

�OK G�ZEL B�R S�TE.

un dress said...

chove chuva julho cinza...




*

Tiago said...

é chuvinha,
miudinha...

bjinhos

Pedro Branco said...

Porque chovem as palavras também?
Tempestades de dentro de nós...
Ondas e marés que nos abraçam e nos levam trazendo-nos de volta de novo para partir e talvez voltar concerteza.
Os olhos param-se por aí. Separam-se e unem-se nas gotas quem sabe lágrimas quem sabe tempo ou história.
Cada raio deste astro rei de dentro do peito onde teimamos adormecer...
Cada passagem por ti dentro de ti onde me perco para ficar em ti...
Como tu sabes isso sem saber!

little_blue_sheep said...

Boa Semana!
***

amazing said...

Permite-me que dizcorde com o título:

Não chove chuva, chove é mais lama que outra coisa :D

Sea said...

o tempo anada como nós... todo baralhado e cinzento quando deveria estar cheio de cores radiosas.

um beijo

Memórias de Um Sorriso Luso said...

Vim desejar-te um Bom dia, embora cinzento,mas é tudo o que tenho...

beijinho

Grey Moon Wolf said...

Hoje chove todos os dias, pelos menos por dentro, lá dentro do nosso coração. Tens aqui textos fabulosos.

GMW

Rainha das cores said...

uma chatice!!!

VICIO said...

que estranho chover chuva!

Kalinka said...

Coincidência ou não, também eu postei sobre «chuva»...

«Quando a chuva passar,
Quando o tempo abrir,
Abra a janela e veja eu sou o sol.
Eu sou céu e mar,
Sou céu e fim,
E o meu amor é imensidão.

Só quero te lembrar...»

NOTA: Já agora, poderás dar-me a tua opinião sobre Conímbriga? Já visitaste as ruínas?

Beijitos e boa semana.

Utzi said...

:) Adorei.
Fez-me lembrar um poeta que adoro, Mário Quintana.

Beijo