Monday, December 29, 2008

E viva 2009!_Adolfo Luxuria Canibal(Mão Morta)


Chegamos a esta altura tão enfastiados de festas, de familiares, longinquos que se encontram uma vez por ano, de gastos estupidos e superfluos só porque fica mal não dar presentes, de noite mal dormidas por excesso de doces no estomago, que acabamos invariavelmente por enfiar neste fastio o ano que finda.E enchemo nos de uma esperança infantil de que o proximo vai ser melhor, de que o Mundo vai mudar, de que nós vamos mudar, só porque o calendário altera um algarismo...E obrigamo nos a divertir nos para comemorar essa quimera e fingirmos acreditar que nos divertimos e entramos no novo ano ainda mais enfastiados e ressacados do que estavamos no anterior, já esquecidos dos desejos que acompanham as uvas-passas que simbolizam a esperança de mudança.
Isto se formularmos realmente esses desejos- eu, por exemplo, nunca consegui pensar em mais do que um, que repetia 12 vezes, e era directamente influenciado pela presença feminina que se encontrava no mesmo espaço.É verdade que algumas vezes o desejo formulado se concretizava mas era logo na própria noite, e não creio que as uvas-passas tivessem nisso qualquer influencia, mesmo simbólica.
Senão, porque que se concretizava sempre?Tanto mais que ficavam 365 dias para isso acontecer...Mas, apesar de na vespera o ter repetido 12 vezes, no dia seguinte o desejo era outro:que me dessem um "guronsan", que me deixassem dormir, sobretudo, que não me dissessem que tinha o novo ano todo pela frente!E que me contassem como me havia divertido, como tinha sido divertido, e como para o ano nos iriamos divertir de novo- mas dessa vez eu vou lembrar me, juro, prometo!
Mas este foi desejo ainda não concretizado:ou não me lembro, ou se me lembro, não me diverti!
Mas há esperança, vem aí 2009!

18 comments:

New Radical said...

Não percas a esperança a vida é bela!
KISS

Mlee said...

Gosto da ideia de que muda apenas um número. Tão verdade, como se isso, alterasse alguma coisa ...
Estou a considerar seriamente, enfiar-me em casa, fazer um jantar bem confortavel e ficar-me por aí.

O Espírito do Tai Chi said...

Cara Velinha,

É tão gostoso vir aqui e saborear uma visão tão pessoal quanto sentida e verdadeira.
Também eu tento "viver o momento" e não esses momentos que os calendários nos colocam na frente.
2009 será... sempre uma incógnita... como todos os outros anos...
Beijinhos,

António Serra

Teresa Durães said...

porque será que o encharcamento em bebidas faz da noite uma ocasião especial?

Apenas eu said...

Vira-se a página do calendário, e num minuto ploff!!! Ano Novo...
apenas um minuto, as doze passas, faz como eu, elabora uma lista é que pedir 12 vezes o mesmo é obra!
Acredito em nós, pessoas, e que o novo ano vai ser fruto do nosso "empenho" seja no que for...
e era sim, muito bom que no dia seguinte nos deixassem dormir e nos acordassem bem tarde num abraço sentido, e envolvido em palavras foi tão bom, divertimo-nos tanto...

Feliz 2009 Vela
Vamos fazer o tchin-tchin virtual, mas ouvistes os copos?
Não é assim tão virtual, porque tu existes e eu também :))

Beijos!

vício said...

também li isso! esse gajo sempre foi um visionário! :D

Clotilde S.(canela_e_jasmim) said...

Importante é não mudarmos o mundo de repente, até porque isso seria impossível, se até o nosso próprio mundo íntimo não dá voltas tão grandes. Mas fiquemo-nos pelas coisas mais simples, mais pequenas, como um sorriso, uma semente de amizade... e esperemos que cresça e se desenvolva!
beijinhos grandes

mfc said...

É o sortilégio das datas!
Quem pensar um pouco desencanta-se como tu... como eu!
Um beijo grande.
... e apesar de tudo e contra tudo... um bom 2009.

Cruztáceo said...

Enquanto há vida à esperança!
tem fé!

beijitus e bons anos!

fatima pb said...

O que eu te posso dizer, depois de muitos anos maus demais, é que quando ja nao havia esperança em mim... aconteceu-me um ano BOM.
Acredita-me, as vezes acontecem!

Para ti eu queria muito um ano cheio cheio de coisas BOAS!!!

poetaeusou . . . said...

*
2009
Llegaste con una esperanza
la espera tuvo un final
hablabas cuando yo te amaba
y te burlabas o creías que te hacia tanta falta
Tus frases no se han olvidado
me hiciste ver que había algo mas
las alas me has arrebatado
no puedo volar me has herido en vano...
,
in-desconhecido
,
conchinhas
,
*

Lu.a said...

Paa mim qualquer coisita ligeiramente melhor do que 2008 já vai valer a pena!

Beijinhos...e bom ano novo! :)

pn said...

Miúda, com tanto cepticismo, auguro-te um Ano de CAAAAAAAATTTEEEEGGGOOORRRRIIIAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Pedro Branco said...

Venho aqui para algo que não me é nada habitual: comentar com um post (normalmente é ao contrário...)e repetir um comentário em vários blogs, mas hoje justifica-se. Obrigado por tudo.

"Regresso-me no calor dessa escuridão que me revela todo o brilho da memória. Verto um rio de saudade só porque sou fonte de mim. No ritual doce e sangrento das mãos que se procuram. No abraço seguro dos olhares cúmplices. Estrela d' Alva pode ser, sim. Entre o adormecer dos sonhos e a madrugada das marés. Assim, no teu ir-e-vir eterno!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Teve de ser..."

melgadoporto said...

2009
Não sei o que nos espera!
Também o não sabia no inicio de 2008.
Não lamento nem desprezo o ano que finda.
Teve momentos de toda a natureza.
E no fundo a vida é assim, feita de somatórios.
Uns com sinal negativo, outras com um carregado negativo.
Mas como dizem os optimistas:
- O todo deve ser sempre superior à soma das partes!
Por isso valeu este 2008 que fica no coração.
E um 2009 que esperamos de coração aberto.
Como sempre ;-) com passas ou sem elas, de uva claro :-)
Abraços e beijos!

Roderick said...

Continuação de Boas Festas...

Dias said...

Corrosivamente divertidissima.

Os teus conteudos afiam-te, relançam-te... releio-te acordada, e gosto (do acordar, não do ciclo)

Beijo

Marta Dantas said...

Fliz 2009*