Wednesday, December 16, 2009

sem tempo...

viver é muito duro.
não me digam que não.porque não acredito.
acumulo erros, fotografias distorcidas escondidas na memória.
dentro de mim, o saldo de duras batalhas, nas quais não me era permitido ceder, mesmo que elas diariamente voltem.
viver é muito duro.
mas viver é também nunca desistir de mim mesma, mesmo que na maior parte dos dias não saiba para onde vou.
tudo o que devia ser simples apresenta se complicado. é preciso tanto...
é preciso saber escolher, não magoar ninguém, não magoar me a mim, não cair em tentação, saber dizer não diante do sim inevitável.
viver é muito duro.
porque viver é partilha.
é ser sensível, sem melindrar ninguém, tudo isto no meio de um dia complicado, entre reuniões urgentes e complicadas.
é gostar do verde. e de abraços apertados.
viver é muito duro.
por ter que se ser o melhor.
ser profissional, sem me tornar vaidosa, e não envelhecer, apesar da idade, pelo menos o espírito. e se possível, não me deixar ir abaixo, já que o mundo só gosta dos vencedores e dos perdedores ninguém se lembra.
viver é muito duro.
é lutar.constantemente.
corro contra o relógio, corro contra o desencanto, corro contras as contas.
e tento não perder a poesia.
viver é muito duro.
e às vezes cansa.
eu sei que nem sempre é assim
mas há dias que só queria ter tempo...
mesmo que fosse
para pendurar flores no meu estendal,
sem preconceitos...
sem qualquer esforço...

tinha saudades de estar aqui.

voltei.

12 comments:

Eu Mesma! said...

concordo....
viver é demasiado duro... :(

Maria said...

Há umas 3 horas pensei em ti. Fortemente. Pensei se deveria escrever-te... Afinal escreveste TU!!!
És linda!
Viver nem sempre é fácil, por vezes até é duro. Mas é tão bom...

Beijos
(ainda bem que voltaste!)

I. said...

Viver é uma luta, constante.
Importante não é ganhar, é não desistir ;)

Luis Eme said...

não faz mal, Vela.

ia achar horrivel passar à tua janela e ver flores penduradas com molas...

bjs

Luis Eme said...
This comment has been removed by the author.
Seastar_ Hannanur said...

Vela,

Viver é sermos postos à prova constantemente num misto de emoções nem sempre agradáveis.No entanto, quanto a mim, a vida é uma dádiva que deve ser sempre sentida como "o copo metade cheio", entendes-me?
Encontrar o pedacinho bom na adversidade, é fundamental.E acredita que ele está lá sempre!

Um abraço forte.Gosto de ti.

just me, an ordinary girl said...

ADOREI este post
dos mais bonitos que ja li

minha cor preferida: verde
dos meus prazeres predilectos: abraços apertados

portanto a minha vida tem sido mt mt mt dura

nuvem said...

Hoje saio daqui com as lágrimas nos olhos... e com um sorriso nos lábios. Lindas as tuas palavras.

Um beijo.

Xana said...

Gostava tanto de ter sido eu a escrever isto!! Sinto-me exactamente assim :)
Viver todos os dias cansa!!...

Pinkinha said...

Concordo em absoluto contigo mas viver às vezes também é algo que nos alegra e superar as dificuldades dá-nos mais força. Um beijo e bom fim de semana.

TERESA SANTOS said...

Viver, por vezes, é muito duro, sem dúvida!
Mas tu, Velinha parece-me que tens dado provas que sabes fazer, dessa dureza, uma vitória.
No fim, e embora não seja fácil, viver é BOM, muito BOM!
Para ver se ficas mais contente, ofereço-te uma prendinha que está no meu blog. Queres ir buscá-la?!
Beijinho.

Melga do Porto said...

Pois!
Diremos, todos os que sabemos o que é a “vida”.
Ponho entre aspas por dilebarada intenção.
“Vida” é uma palavra que nem todos entendem e muito menos a sentem.
Só quem a sente, não como palavra mas sentido, dirá como dizes e bem:
- Viver é muito duro!
Gracejando sem vontade que não a de aliviar o inevitável, diria:
- Viver é mesmo muito duro…
Entendo-te bem, mas te direi o que digo a mim mesmo:
- Quero viver e chegará o meu dia.
:-)