Friday, June 01, 2007

Simplesmente a semana acabou...YES!!!!!!
Acabou com Sol e calor...com alguns sorrisos e risos...Sim, porque não dize lo, com outra disposição.
A época balnear começou e o sol raiou , duas boas razões para pensar que os dias vão ser bens melhores.

(os problemas não desapareceram mas com um esforço eles também estão de fim de semana)



1

A criança,
Toda a criança.
Seja de que raça for,
Seja negra, branca, vermelha, amarela,
Seja rapariga ou rapaz.
Fale que língua falar,
Acredite no que acreditar,
Pense o que pensar,T
enha nascido seja onde for,
Ela tem direito...
2
A ser para o homem a
Razão primeira da sua luta.
O homem vai proteger a criança
Com leis, ternura, cuidados
Que a tornem livre, feliz,
Pois só é livre, feliz
Quem pode deixar crescer
Um corpo são,Quem pode deixar descobrir
Livremente
O coração
E o pensamento.
Este nascer e crescer e viver assim
Chama-se dignidade.
E em dignidade vamos
Querer que a criança
Nasça,Cresça,Viva...
3
E a criança nasce
E deve ter um nome
Que seja o sinal dessa dignidade.
Ao Sol chamamos Sol
E à Vida chamamos Vida.
Uma criança terá o seu nome também.
E ela nasce numa terra determinada
Que a deve proteger.
Chamemos-lhe Pátria a essa terra,
Mas chamemos-lhe antes Mundo...
4
E nesse Mundo ela vai crescer:
Já sua mãe teve o direito
A toda a assistência que assegura um nascer perfeito.
E, depois, a criança nascida,
Depois da hora radial do parto,
A criança deverá receber
Amor,Alimentação,Casa,Cuidados médicos,
O amor sereno de mãe e pai.
Ela vai poder
Rir,Brincar,Crescer,
Aprender a ser feliz...
5
Mas há crianças que nascem diferentes
E tudo devemos fazer para que isto não aconteça.
Vamos dar a essas crianças um amor maior ainda.

6
E a criança nasceu
E vai desabrochar como
Uma flor,
Uma árvore,
Um pássaro,
E
Uma flor,Uma árvore,Um pássaro
Precisam de amor – a seiva da terra,
a luz do Sol.
De quanto amor a criança não precisará?
De quanta segurança?
Os pais e todo o Mundo que rodeia a criança
Vão participar na aventura
De uma vida que nasceu.
Maravilhosa aventura!
Mas se a criança não tem família?
Ela tê-la-á, sempre: numa sociedade justa
Todos serão sua família.
Nunca mais haverá uma criança só,
Infância nunca será solidão.
7
E a criança vai aprender a crescer.
Todos temos de a ajudar!
Todos!
Os pais, a escola, todos nós!
E vamos ajudá-la a descobrir-se a si própria
E os outros.
Descobrir o seu mundo,
A sua força,
O seu amor,
Ela vai aprender a viver
Com ela própria
E com os outros:
Vai aprender a fraternidade,
A fazer fraternidade.I
sto chama-se educar:
Saber isto é aprender a ensinar.
8
Em situação de perigo
A criança, mais do que nunca,
Está sempre em primeiro lugar...
Será o Sol que não se apaga
Com o nosso medo,
Com a nossa indiferença:
A criança apaga, por si só,
Medo e indiferença das nossas frontes...
9
A criança é um mundo
Precioso
Raro.
Que ninguém a roube,
A negoceie,
A explore
Sob qualquer pretexto.
Que ninguém se aproveite
Do trabalho da criança
Para seu próprio proveito.
São livres e frágeis as suas mãos,
Hoje:
Se as não magoarmos
Elas poderão continuar Livres
E ser a força do Mundo
Mesmo que frágeis continuem...
10
A criança deve ser respeitada
Em suma,
Na dignidade do seu nascer,
Do seu crescer,Do seu viver.
Quem amar verdadeiramente a criança
Não poderá deixar de ser fraterno:
Uma criança não conhece fronteiras,
Nem raças,
Nem classes sociais:
Ela é o sinal mais vivo do amor,
Embora, por vezes, nos possa parecer cruel.
Frágil e forte, ao mesmo tempo,
Ela é sempre a mão da própria vida
Que se nos estende,
Nos segura
E nos diz:
Sê digno de viver!
Olha em frente!

Poema de Matilde Rosa Araújo


Hoje no dia Mundial da Criança, e porque este post já vai longo, penso que não preciso de dizer mais nada, que está tudo dito neste poema.


Deixo um sorriso.

20 comments:

Bia said...

Lindo o poema! Feliz dia da criança, creio que existe uma dentro de todos nós!

brisa de palavras said...

Um sorriso para todas as crianças do mundo...
um abraço
brisa de palavras

poetaeusou said...

/
Aprender a ser feliz...
/

PintoRibeiro said...

E bem dito.
Bom fim de semana, bjinho.

Dorian Gray said...

Crianças....buh!!

vida de vidro said...

E que todas as crianças possam crescer em paz e liberdade. Felizes.
Bom domingo! **

Jotabê said...

Vou afirmar a minha absoluta sinceridade acerca do que penso em relação a estes dias mundiais, criança, mulher, pai, mãe, coração, tabaco, etc., etc., odeio estes dias, sou pai de dois filhos, tenho mãe, coração, não fumo, e etc., não preciso que me lembrem do respeito que devo ter para com o que me rodeia, sejam filhos, mulheres, corações, ou o que quer que seja, tanto mais que estes dias tornaram-se mais apologias ao consumo do que ao próprio respeito.
É tão triste ter que existir uma declaração universal dos direitos das crianças, das mulheres ou do homem, quando o respeito e a solidariedade que nos sai do coração podem ser manifestados com um abraço, seja num amigo, numa pessoa de outra raça, ou simplesmente no nosso filho.

:|

beijocas

A.S. said...

As crianças são o futuro! Será que ignoramos esta grande verdade???
Infelizmente as crianças por serem os seres mais frágeis são sempre as primeiras vitimas!


Beijosss

A estranha said...

Adoro os problemas que vão passar o fim de semana fora...

O dia da criança, estranhamente, nem dei por ele... Um problema que foi de fim de semana logo na sexta feira!

;)

Beijos

impulsos said...

Um poema bem rico que fala de como uma criança deve ser tratada por todos nós.
O pior é que nem sempre assim acontece...
Elas são o futuro e deveriam ter o carinho, a educação, o respeito e a atenção que merecem e a que têm direito, para se tornarem em adultos equilibrados e capazes de fazer do futuro algo melhor do que as previsões de hoje apontam para o amanhã, em relação a este planeta tão lindo e tão maltratado pelo homem de hoje.
Enfim... acho que divaguei(Ás vezes acontece-me, num ligues).

E sim, foi o primeiro dia de sol a valer, finalmente!!!!!!


Beijo num impulso meu

Isabel Magalhães said...

Passei para retribuir o sorriso.

Dia da criança SEMPRE!

I.

PintoRibeiro said...

Bom domingo, bjinho.

Dias... said...

Lindas palavras para um belo sentir, mas... lê-se demasiada esperança na criança e no homem, demasiada.
Beijo

tb said...

e de facto assim é. Pena é que as letras sejam quantas vezes as velas que já arderam até ao fim. :)
beijinhos

MIGUEL GIRASSOL said...

está lá mesmo tudo

borrowing me said...

olá velinha
está tudo bem, mas estive fora e sem computador...formação.
às vezes faz bem

obrigada pela preocupação
e aproveito para te desejar uma óptima semana
bjs

Cometa 2000 said...

:)
retribuo o sorriso.

©õllyß®y said...

Uma beleza de poema a esses lindos Seres abençoados por Deus, tão mal tratados pelo Humanidade...

Meu doce beijo

un dress said...

:))

Luís Galego said...

poema fabuloso e tão a propósito...