Thursday, August 09, 2007

a cabra da solidão


"E o assunto não é simples:os indianos, os chineses, os japoneses, todos os que têm culturas milenares, dedicaram boa parte do tempo a desenvolver filosofias e técnicas de vida interior.Mesmo assim todos os anos suicidam se no mundo uns quantos milhares, esmagados pela sua própria solidão.E não é que uma pessoa escolha estar só.É que, pouco a pouco, uma pessoa vai ficando sozinha. E não há remédio.É preciso resistir.Chega-se a essa imensa planície desértica e não se sabe que raio se há-de fazer.Muitas vezes, pensa-se que o melhor é fugir.Para outro país, outra cidade, outro sítio.Mas continua-se encurralado.Outras vezes, pensa-se que o melhor é não pensar muito em nós próprios e na cabra da nossa solidão, que se agudiza quando ficamos sozinhos e calados."
Pedro Juan Gutiérrez- Trilogia Suja de Havana

38 comments:

Jotabê said...

Tramada a solidão.

:|

Beijoca

kolm said...

Ler e reler, querer confortar quem assim publica...
e sentir impotência para dar um pontapé no rabo dessa “cabra”, que a final a tantos incomoda num “berreiro infernal”!!

(sorriso GRANDE e ENCANTADO só para ti Velinhas)

Teté said...

Excelente citação!

pn said...

o gutiérrez tem passagens menos solitárias... muito menos, se bem me lembro!

Ricardo Ramalho said...

Eu não lhe chamaria "cabra". É doce demais... Chamar-lhe-ia "puta" mesmo...

Beijo!

mariazinha said...

Equilibrar a vida interior com a exterior, digo eu, será o segredo.
Bem guardado, esse segredo.
Beijos solidários.

Nuno Carvalho said...

A solidão não é nenhuma "cabra"...

A solidão é um pastor que se alimenta dum queijo cruel, dum pão assanhado, e dum livro da Florbela Espanca...

Mas para dizer-te a verdade... hoje em dia... alguns até andam de mota... que eu já vi!!!

Será que é para fugirem da solidão mais depressa?

:)

Beijinhos

Dias... said...

Excelente escolha a tua, parabéns.

Quando a solidão me for imposta por oposição ao preferida, chegou a altura de terminar, mas felizmente vou-me antes desses dias.

Beijo

Carracinha linda! said...

Solidão é terrível. Ninguém gosta de se sentir só. Mas às vezes é impossível não nos sentirmos assim. Mesmo rodeados de pessoas, frequentemente nos sentimos isolados.

Beijinhos e bom fds.

crispipe said...

ai a cabra.......
Deixa que um dia destes ela vai pastar para outro lado.

Jokinhas

amazing said...

Faxavôr!
Queria um Jovanella e uma Vesúvio para as 12:30.

PintoRibeiro said...

Um grande post, um grande texto.
Bjinho.

Memórias de Um Sorriso Luso ® said...

Sabes Velinhas,o teu post não podia vir mais apropriado.

Beijinho com sorriso(envergonhado)

Tem um BOM dia

MiguelGomes said...

A solidão é mesmo uma cabra!

Entre linhas... said...

Soldão,doença que corroi o nosso interior.
bom fim de semana
Bjs Zita

Zélia said...

Lá vêm os picos de tristeza, ou afinal não são picos, são constantes?!
Espero bem que não!

Mais vale só que mal acompanhada.

Beijinhos e aproveita as férias :)

veritas said...

solidão...nem com ela, nem sem ela...muitos erros se cometem em seu nome...

Bjs. Bom fim-de-semana.

Bia said...

cabra mesmo!!! É um mal que nos toca a todos...

Lu.a said...

É uma cabra mesmo! E ultimamente tem tocado a mim também... :S

Letras de Babel said...

estamos sózinhos desde que nascemos...


...mas deve ser por eu ser cabra (nos signos chineses) que penso assim.

:)


bjs

pinky said...

do resto das culturas nada te posso dizer pk nada sei, da indiana do pouco que sei posso te dizer que lamentávelmente a filosofia e técnicas de vida interior, foram há muito esquecidas pelos próprios.
Restam poucos indianos a seguir essas lições milenares, em contrapartida, no ocidente essa filosofia de vida espalhou-se está de pedra e cal e cada vez commais adeptos!
Tenho que ler esse livro, já o ofereci e ainda não o li, uma vergonha!

borrowing me said...

obrigada
mas ainda tenho de aguardar por terça para ir embora...
já estou é sem tema de conversa...eu acho...

de qualquer forma estou mesmo a precisar de férias, calmas no meio do nada com apenas um livro

bjs mas vamos falando
até já

Guilherme Morgado said...

Quando tudo o que nos rodeia começa a ser-nos cansativamente familiar, então subsiste a necessidade do nosso isolamento. Então a razão da nossa solidão. Nada como se ter possibilidades (económica também, claro está) de nos pirarmos dos locais que nos afectam negativamente.
Digamos que aquela "solidão" que sentimos no Ocidente é um luxo perante a solidão, e essa sim, verdadeira que, como o meu amigo diz e bem, assiste aos indianos, chineses e asiáticos de um modo geral.
Os Japoneses já não concordo tanto porque estão, há algum tempo, afectados pelo Ocidente.
Saudações
Guy

Dark-me said...

Infelizmente, nem sempre se consegue lidar bem com a solid�o. No entanto, se soubermos aproveita-la e encar�-la com outros olhos, ela n�o ser� t�o m� assim.

Dark kiss

nothing said...

e tramada a solidao...
e as vezes nao a escolhemos.. ela escolhe-nos a nos... e chega a um ponto que nao se consegue fazer nada...

quero voltar para PT...

Beijinho grande! e be strong!

PintoRibeiro said...

Passei, bjinho,

Silvia Madureira said...

A vida propicia solidão e cada vez mais se verifica que as pessoas vivem com a convivência da cabra maldita...as pessoas estão cada vez mais fechadas em si e não reparam no outro...por muito que tentemos a vida dá voltas que por vezes não somos suficientemente fortes para aguentar e ...acabámos sós...mas há sempre uma forma de enganar a cabra e mandá-la pastar para outro terreno. Temos que aguentar e lutar.

Dawa said...

Gostei muito do texto! A expressão "cabra da nossa solidão" é genial. ;)

Deixei um dessafio p ti no meu blog... Passa lá!
Beijinho e boa semana!

Thiago Forrest Gump said...

Ninguém pode viver sozinho.

Memórias de Um Sorriso Luso ® said...

A cabra urbana...

Kiss

Pierrot said...

É a velha diferença entre querer estar só e ter de estar só...

Faz toda a diferença não é?

Bjos daqui
Gostei da reflexão
Eugenio o regressado

absorbent said...

é daquelas cabras q quando finalmente nos habituamos a ela... vai-se embora! :)

Cusco said...

Um beijo para ti...

Roderick said...

???
Texto estranho, amiga.
A solidão anda por esses lados?
Depois da tempestade...
Anima-te

Beijos

Roderick said...

No post "parabéns maninho" quem é o teu irmão?
O apresentador?
Fartei-me de rir com a reportagem.

PintoRibeiro said...

Tudo bem?? Bjinho,

brisa de palavras said...

A solidaõ, sempre esse fantasma...sempre esse sentimento...que tantas vezes nos agodiza...

um abraço
brisa de palavras

Miudaaa said...

Cabra mesmo, amiga!!!
um abraço e um beijo da miudaaa