Thursday, November 26, 2009


nenhum deserto me incendeia o olhar. nenhuma raiz me amarra o coração. quem recolheu o que em lugares assim deixei?
[gil t. sousa]

12 comments:

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Sarava

Essas flores que parecem tesouros de Maio...

beijinhos

Seastar_ Hannanur said...

Velinhas, sinto-te murcha como essa flores, ou é só impressão minha?

beijinho

:)

Seastar_ Hannanur said...

essas...flores ;)

Francisco said...

Velita

Real é a pessoa que é incapaz de subsistir sem sonhos.

Neste nosso mundo existe a loucura, a desordem, todo o tipo de insensatez, todos os desertos.

Mas, as emoções incendeiam todos os olhares.

E o coração não necessita de amarras. Apenas de viver o fascínio do desconhecido. Todos os dias. Um de cada vez.

Beijo
Francisco

Apenas eu said...

As flores têm a cor que tu mais gostas. não estão no seu melhor...

a frase é um estado de alma...

deixo-te um beijo

Eu Mesma! said...

nem sei...
quem ter]a recolhido....

Mar Arável said...

Nem os pássaros senhora

talvez o seu voo

Luis Eme said...

alguém...

bjs Vela

JonyFingers said...

uma aranha ...

aquele abraço

Pedrasnuas said...

HÁ-DE CHEGAR ESSE DESERTO...TEM CALMA...HAVERÁ UMA RAÍZ QUE SE ENLACARÁ NA TUA...MAS TU, VELAS, TAMBÉM TENS DE PERMITIR QUE ESSA MAGIA ACONTEÇA...

Baila sem peso said...

Não sei...mas nenhum deserto deves abraçar
Nem na raiz da flor deves tocar...
Sê antes de um mar, onde teu corpo possa nadar
E deixa que a flor do campo te possa beijar!
Deixa incendiar todo o teu corpo doente
Te entrega na cor da vida, que o verbo sente!
Lá...num lugar lindo está...
Tudo aquilo, que é teu e te pertence
Como descobrir? Ah...o segredo é encontrar
Sem nunca se procurar...

Um beijo te venho deixar

just me, an ordinary girl said...

oh, que frase toa bonita!!

mas triste, até dói

um beijo grande!!!