Sunday, February 14, 2010

este texto é resultado da febre que tenho desde ontem

o silêncio está a fazer muito barulho.
ouço o silêncio. estou sozinha.

shiuuuuu....nenhum ruído.

devo esconder me??sim para ele não me apanhar para sempre!

ao longe ouço um telefone que toca ...mas o meu está desligado.

será que é na minha cabeça que passam músicas?

ai, é...é.e muitas. de muitos ritmos.

dor de cabeça.

sendo assim escondo me!

16 comments:

Cris França said...

há sentimentos neste post que conheço bem. são me íntimos.

Maria said...

Que tal tomares outro ben-u-ron para a dor de cabeça?
Velinhas, deixa-me brincar um bocadinho contigo...
As tuas melhoras.

Beijinho.

D. R. said...

Espero que já estejas melhor...

Era febre, sim senhora.

Também já senti isso. :)

Pedro Branco said...

Deixo-te um abraço presente.

Baila sem peso said...

Terá sido do frio que está?
Olha eu ando com tonturas!
a tensão sobe e desce
em grandes diabruras...
As tuas melhoras e descansa
tens o feriado para te recompor
fica na caminha, no quentinho
e descansa o corpinho!

Um beijinho de carinho

JonyFingers said...

podes sempre comprar um rádio e pôr musica baixinho ... pode ser que assim consigas enganar esses ruídos estranhos ...

aquele abraço

Mar Arável said...

Na vida não se pode ter tudo

apesar de alguns de nós

merecermos tudo

Que a febre seja ligeira

e os textos continuem intensos

Bj

Apenas eu said...

então ao melhoras... mas a febre fica-te bem :)

beijo Vela

just me, an ordinary girl said...

adorei a musica dos Pato Fu!! Obrigada!!

e um beijinho junto com o desejo de que a febre ja tenha ido...

Lu.a said...

:)))

As melhoras para a febre!
Mas olha...a febre inspira-te! ;)

Lídia said...

... as melhoras :)

g said...

O barulho desses silêncios são bem difíceis de suportar.

Bj

tulipa said...

Quando o silêncio te incomodar manda-o para junto de mim...bem preciso.
um abraço
tulipa

pn said...

Mesmo febril, Velinhas, és de uma simpatia deliciosamente inefável...

Rebirth said...

Temes o silêncio?!?! Ui, eu adoro a sua companhia... preciso dele para, nos seus braços, tocar a minha música...
É no silêncio que me reencontro, é a ele que sempre regresso... é a melhor companhia que alguma vez tive. Porque primeiro é preciso amar o silêncio, e só então podemos amar a música...

Coisas...

soggyscheme said...

esta fotografia está muito boa. excelente criatividade =))

gostei da junção texto/imagem.