Sunday, April 30, 2006

Estranho...este tema!


FERRUGEM E PRIMAVERA
A fechadura da porta do passado rangeu,
resistindo à chave de ferrugem,
cedendo afinal.
Temor imenso de que se abrisse totalmente,
e não pudesse suportar o cheiro de primavera,
cheiro de saudade.
Enorme o desejo de penetrar pela fresta,
de ser envolvida pela luz da manhã.
Luz das manhãs de ontem.
Reconhecer e rever a pureza do sorriso,
que já era um pouco triste,
mas nem tanto quanto hoje.
Impetuoso o gesto escancarando a teimosia da porta.
Corajosos passos envolvidos por algodão,
para não acordar os fantasmas.
Calor daqueles tempos retidos na memória,
Ainda agora aquecendo só um pouco,
pouquíssimo, mas quase suficiente.
No retorno necessário, súbita a decisão:
jamais trancar a porta,
encostar apenas,
dizendo um “até logo”, “até amanhã” quem sabe.
Para voltar novamente,
sem ferrugem, sem ranger e sem doer...

7 comments:

Su said...

bom dia

...sem ferrugem, sem ranger e sem doer...


jocas maradas

HatA/mãe said...

Numsei se é ferrugem se primavera mas k anda tudo marado, anda

little_blue_sheep said...

oi
gostei!gostei mesmo!
bjokas e vemo-nos por aqui!
;)

125_azul said...

Ahhhhh, que belo dia, esse em que não vai doer nem haver ferrugem. Lindo!

zeze said...

Olá a ferrugem é por varios motivos, falta de uso ou devido ao tempo, como nós que não fazemos o que queremos e depois sentimos aquela dor....

inBluesY said...

ontem nem entendi, mas hoje li diferente e interessante este estranho tema sim, muito mesmo, relaciona bem com a primavera sim:)

Para ti said...

Sim...mantém sempre a porta aberta...é mais fácil seguir em frente!
Fica um beijo
(obrigada pela visita no meu "á flor da pele"