Monday, March 10, 2008

Queres vir comigo?

Nascemos no mar, mas a dada altura somos lançados num aquário, muitas vezes sem nos darmos conta disso. A minha água vai se misturando aos poucos com a tua e quando percebemos não vemos mais nada.Toda aquele imensidão de água com seus inúmeros caminhos.
Onde todos os peixinhos que nadavam comigo e contigo sem se preocuparem com os tubarões? Ou será que não sabiam que os taburões existiam?? Onde estão os peixinhos que nos ajudavam a escapar da rede, a rede que é sempre lançada pelos que se julgam mais espertos? Seja no mar ou no aquário, a rede vem, presa a uma mão, louca para nos pescar. No mar é mais fácil mas no aquário somos menores para dela fugir.
Se eu ainda fosse um peixinho e me lembrasse como nadar, saltava do aquário e atirava me ao mar!


Queres vir comigo? Todos! Creio que ainda podemos.

25 comments:

Sea star said...

Espero que não seja psoríase!

Em Singapura vi um Spa com esses peixes(turcos) que se alimentam da pele velha.Não me tentou.

Boa noite Velinhas

Kiss

Belzebu said...

Senti-me um desses peixes, pois eu também sinto esse constante apelo do mar! Vamos lá então!

Aquele abraço infernal!

Miudaaa said...

Eu vou.
Contigo eu vou...!!!

Boa Semana Peixinha!

Um beijo da miudaaa

Teresa Durães said...

essa rede faz com que digamos que sim a tudo mesmo que pensemos o contrário

A said...

Eu vou contigo fugir da rede, mesmo não sabendo nadar; dizem que a becessidade aguça o instinto aprendemos a nadar num instante. Falta só a coragem para me lançar ao mar.
Beijinho

Lu.a said...

Bora lá então! :)

veritas said...

Ao som de telepatia, já estava com saudades...
Poucos são os que têm coragem, ainda, de se atirar ao mar...
Obrigada pelas tuas visitas, pelas palavras, por tudo.Sinto aqui um porto de abrigo.

Bjs.

johny said...

Partilho a vontade de te atirares ao mar, mas não a de ser um peixinho... por isso não vou. Mas a forma bonita como escreves tenta qualquer um a seguir-te.

Ana said...

O aquário impede.me de ir mais além. Mergulhemos no mar, então ;)
livres!

Beijinhos!!

Maariah said...

Ao tempo que não ouvia esta música (Telepatia). Gosto tanto.

Saltemos então ...

PavlovDoorman said...

Eu até à Turquia vou já... Para ver os artefactos Persas estou sempre pronto.
Mas isto de colocar fotos de tratamentos à psoríase não me parece nada bem...eheh

Beijinho e já sabe que tem aqui um parceiro na luta contra as "redes"...

Vício said...

eu ontem comi peixe frito! será que...

nuvem said...

Olha adorei... Eu atiro-me contigo!

Beijinhos, querida :)

Carracinha Linda! said...

Esta foto faz-me lembrar 2 coisas: 1º o tratamento da psoríase; 2º um tratamento de beleza em que os peixinho comem a pele seca e morta.

Se eu fosse um peixinho e soubesse nadar, claro que me atirava contigo á água. Mas como não sou... prefiro ficar em terra firme!

Beijocas e bom resto de semana!

SÓNIA P. R. said...

Aonde?...Vim deixar um bjinho.

Incongruente said...

Ia ao mar, apetecia-me os pés na areia e o som das gaivotas, o vento na face. Ia...

Roderick said...

Confessa.
Andaste a ver o "À procura de Nemo".
Vá lá. Confessa.

Zélia said...

Ainda posso ir?!
:)

sa.ra said...

hás-de lembrar de como se nada!

ninguém esquece, apenas esmorece!

beijinho
Dia muito feliz

Rain said...

Olá! Só para dizer que já tinha saudades de cá passar! E ainda por cima é sempre cada escolha musical... de partir o coração... Voltei a escrever umas coisitas.. Passa lá quando puderes.
Beijinhos.

little_blue_sheep said...

:)
*

fatima pb said...

telapatia.... gosto tanto tanto TANTOOOO! uma das músicas mais bonitas de sempre, obrigada por me relembrares!

O post... tens sempre uma frase ou outra que me toca, comove, emociona...

um beijo, assim, emocionado e comovido..

mariazinha said...

"quem me ensinou a nadar / foi, foi marinheiro / foi os peixinhos do mar"

Milton Nascimento

agora de repente lembrei-me disto...

;)*

cruelenelcartel said...

Eu atiro me!
Bjs

Dias said...

Lindissimo!

Ilustração cocegenta :)

Beijo