Wednesday, October 10, 2007

sem titulo propositadamente


"Não perturbes a paz que me foi dada.


Ouvir de novo a tua voz seria


Matar a sede com água salgada. "
Miguel Torga





Voltei!

25 comments:

Vício said...

ok! eu escrevo-te!

Eric Blair said...

Entaõ, deste-lhe na frãocesinha?

Memórias de Um Sorriso Luso ® said...

Um BOM dia para ti!

Kiss

Lu.a said...

I know what you mean...

poetaeusou . . . said...

*
Confiança
O que é bonito neste mundo, e anima,
É ver que na vindima
De cada sonho
Fica a cepa a sonhar outra aventura...
E que a doçura
Que se não prova
Se transfigura
Numa doçura
Muito mais pura
E muito mais nova...
*
in) Miguel Torga
,
ji
*

amazing said...

Nãooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!


Não me digas que foi a vela que caíu dentro de água!!!!!!!!!!!!!

Nãooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!




Vela, excerto soberbo e música excelente, a do sidebar!

MIMO-TE said...

Ainda bem! fazes falta e a escrita de Miguel Torga tamb�m.


Deixo mimos

Pedro Branco said...

Não sei se cantarei de novo. Se o sopro do meu peito se voltará de novo por ti, em ti. Percorrendo os labirintos de uma saudade anunciada. Perdida nas entranhas da incerteza e da dor. Por entre os versos e os sons de nos ouvirmos sempre. A cada respirar de um novo dia...

Beijo.

Jotabê said...

..se ouvir a voz traria um resultado desses, um encontro seria um autêntico desastre, certo?

é, o melhor mesmo é ficarem separados.

olha passa lá por casa, tenho um presente para ti, para animares.

:)

beijoca

particula-RG said...

Pelo menos a inspiração não fugiu!

st3ve S. said...

bom blog a serio, gostei imensamente

Madalena Pestana said...

Também voltei. estava na hora.:)

Carracinha linda! said...

bom regresso!

Beijinhos

Vladimir said...

Adoro Torga, tanto em prosa, como em poesia. E um destes dias quando percorria a pare poética também desemboquei neste poema, o qual em determinados momentos da vida constitui uma verdade absoluta...

veritas said...

Já estava com saudades. Agora foi bom quebrar o silêncio...

Bjs. Boa semana.

vida de vidro said...

Ainda bem que voltaste. E entendo o que queres dizer. :)**

Miudaaa said...

Miguel Torga um génio. Um homem simples e tão verdadeiramente genuíno.
Matar a sede com água salgada, sei que só em ultimo caso... a vida tem destas coisas.
Um Abraço da miudaaa

Zélia said...

E voltaste com muito bom gosto na escolha de frases :)

Beijinhos

nana said...

este poema, este poema......

João Silva said...

esta fez-me engolir em seco.... será sal a mais na boca com certeza! Ou então saudades de ter sede! ;)

Entre linhas... said...

que feliz o teu regresso,em cheio com M.Torga...
Bjs Zita

pn said...

shuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

bisou

Dias said...

Ainda doi mais do que devia, identificar-me com os verbos.

Beijo agradecido a ti e ao Torga.

Su said...

amei.......

jocas maradas...sempre

poca said...

;P

amei a frase!