Monday, October 22, 2007

a voz

a voz
não é palpável ao tacto
não sente a luz
a voz
na tela é cor
beleza e movimento
a voz
despenha se no eco
dissolve se na caricia
a voz
é rouca, é trémula é forte
a voz
é onda desmaiada
a voz
não o é sem quem
sem rosto
a voz
nao se move sem valor.

a voz
da rua, dos meninos, dos velhos
a voz
é um traço melódico do nosso ser
a voz
de razão, do ciúme ou da comiseração
a voz
treme como a pedra
que resvala em atalhos que cruzamos
a voz
é o remoinho da alma
a voz
como cristal puro
que nos seres se parte.
a voz
sem ela não poderiamos ser quem somos!

22 comments:

poetaeusou . . . said...

*
a voz
,
de quem sabe,
,
buzios sonantes,
para ti,
*

nothing said...

nunca cales a tua voz, nem deixes que ta calem!

Beijinho grande e boa semana!

Mãos de Veludo said...

tens sempre artigos tão bonits q eu até tenho medo de usar a voz internética (o belo do comentario) para dizer de minha justiça... mas hoje apeteceu-me falar e dizer que gostei! =)

tufa tau said...

a voz muda tudo...

paper-life said...

Excelente imagem "a voz
despenha se no eco" dentro a um belo poema. :)

Bom dia.

Cristina Pedro said...

Uau!!!!

Jokinhas

Miudaaa said...

A VOZ. A voz que dá Voz ao que somos, ao que és.
Uma homenagem sublime.
Gostooo tantooo de vozes.
Beijo da miudaaaa

brisa de palavras said...

A voz é o reflexo da alma do sentir...

um abraço

brisa de palavras

José Manuel Dias said...

Somos o que dizemos ou dizemos o que somos?

maria josé quintela said...

a voz... e o eco.

veritas said...

Apreendem-na os nossos sentidos...sente-a o nosso coração...tantas vezes...

Bjs. Boa semana.

daniel sant'iago said...

Voz a quem não a tem!
Beijo.

Tchivinguiro: onde nasci. said...

A voz pode ser a marca de uma chama.

borrowing me said...

não sei...
mas continuo a gostar de dizer tudo sem prenunciar uma unica palavra...
há palavras que a voz distorce, engana, dá como que algo adquirido
gratuito...

não deixa de ser magnifico o teu poema
bjs já tinha saudades...

Catarino said...

A Voz permite-nos epxressar os mais belos sentimentos...
É o nosso veículo para comunicarmos aquilo que de mais belo se passa detro de nós...
A voz é a voz...
anunciemo-la....
Beijo

Opintas/Bernardo Kolbl said...

É muito complicado entrar nesta caixa. Não abre.
Um abraço.

kolm said...

Oi velinhas!!
Finalmente de volta com os bolsos cheios de bons ares!! Obrigada pelas tuas (boas) visitas ao abismo!!
A voz... eu gosto da voz em todas as formas, até na forma mais silenciosa.

Um sorriso do tamanhão do mundo para ti
p.s.:Pela primeira vez consegui ouvir a musica do teu blog, linda!!

Utzi said...

Muito bonito.

Mil beijos para ti :)

poca said...

mas há muita maneira de se ter voz.. aos mudos a falta de voz não lhes retira o ser..
e no entanto não deixa de parecer injusto.. que não a tenham..

beijinhos

Lu.a said...

Lindo...como sempre, velinhas! :)

Beijo grande para ti.

Vera Carvalho said...

Se a tua voz é o eco da alma, então é melódica e o som que ouço é transponível ao sonho.
Muitos beijos velinhas!

M. said...

Gostei muito do presente. É muito bonito. Obrigada.