Tuesday, October 02, 2007

pelo sonho é que vou

Nuvens.Calmas.Caminho.Pensamento livre.Encantam me as nuvens.Em silêncio deslizam luminosas e suaves.As nuvens são sopros de desejo que repousam e que modelam as suas formas na luz do sonho.Encantam me as nuvens.Olho as nos seus passeios.Sou mais que um corpo, sou um corpo que se eleva à luz ilimitada.Com o gozo de um sono limpido voei em ceu aberto, o olhar e o sonho.Pelo sonho voei, comovida e muda.Cheguei?Haja ou não haja destino,pelo sonho é que vou.

26 comments:

sonia r. said...

Enquanto se puder sonhar...bjinhos.

Bia said...

Se não houvesse sonho, não haveria esperança...

João Silva said...

Pelo sonho vais tu...e deveria ir toda a gente!

Tal como escreveu Sebastião da Gama,

(...)
pelo sonho é que vamos.
Basta a fé no que temos.
Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
(...)

Romany said...
This comment has been removed by the author.
Romany said...

"comovida e muda" me quedo nesta coincidência de levar meses sem cá vir e te encontrar também a sonhar. E Bem!

Bj amigo. :)

pn said...

Hoje também tive nuvens, mas num old "silver cloud"...

Tchivinguiro: onde nasci. said...

Nuvens são sopros de desejo que em ti repousam... Mesmo sem destino, o sonho é que te move e te leva aonde só tu podes ir.

Desejo que chegues ao que visas alcançar.

poca said...

sorrio.. também gosto das nuvens.. gostas das múltiplas opções de formas possíveis.. gosto das cores.. imagino-as fofinhas.. género algodão doce e sonho :)

beijinhos

ps. adorei a foto

nothing said...

Acho que vou conseguir voltar a sonhar!

Beijinhos grandes!

Carracinha linda! said...

Sonhar e não desistir dos sonhos!

Bjs

maria josé quintela said...

não importa chegar!

Lu.a said...

Se é pelo sonho que vais, vais muito bem!

Bjoka e bom resto de semana! ;)

Carne entremeada said...

Querido apagador de velas: Agradam-me tanto os teus nacos superiormente esgalhados de prosa e as provocações libidinosas que trocas com a maçazinha de Junho... Jinhos! Jinhos imensos! Afiança-te, amigo, e explana todo o teu potencial de poeta do Intendente junto das melhores editoras!Eis algumas pequenas alterações ao teu tocante texto que te permitirão ser bem sucedido nesse desiderato:
"Brisas, intemperies, tremores de terra, lajedo nos cornos....Nas calmas.Caminho.Pensamento livre.Tomates ao dependurão... Encantam-me as nuvens, as aves inebriadas, o buço mal aloirado.Em silêncio deslizam luminosas e suaves as cristalinas gotas de suôr de rego que se aninham envergonhadamente na bainha heterogeneamente descosida das minhas calças plissadas.As nuvens são sopros de desejo que repousam e que modelam as suas formas na luz do sonho autrora pertença de alguém que jamais ousará relatar experiências passadas de cenas de situação de stick entre negros e alvos seres humanos tocados pela sobriedade matinal de um orvalho que tarda em despontar.
Encantam-me as nuvens e os têtos da sopeira quando me cai aqui de queixos abocanhando à uma o rádio voz da criada que se ergue imponente apontando para os céus como que pedindo clemência. Olho-a nos seus passeios.Sou mais que um corpo, sou um corpo que se eleva à luz ilimitada e que tem ordem dos médicos para deitar tudo cá para fora (e viva o Reis da Marinha!). Com o gozo de um sono limpido voei em ceu aberto, o olhar, o sonho, a azia e uma tosta mista de tulicreme e fiambre aveludado cuja fímbria se assemelha a pequenas canas unidas por laços de fio de atar alheiras. Pelo sonho voei, comovida e muda mas com uma linguagem muito própria que me permite comunicar de forma minuciosa todas as minhas aspirações, tentações e lipoaspirações sempre que tento dizer boa noite e apenas granjeio grunhir:"AMARRANATANA!".Cheguei?Haja ou não haja destino,pelo sonho é que vou, ai vou, vou, caralho!... Viste-o? Nunca mais o vi!"
JINHOS, MINHA QUERIDA VELINHA ACESA... Muitos Jinhos

Lívio said...

"...o sonho comanda a vida e sempre que o homem sonha o mundo pula e avança..." António Gedeão, poeta e cientista.

Beijos

pin gente said...

e o sonho é o caminho...

borrowing me said...

obrigada pelo teu beijo da saudade
mas eu venho aqui muitas vezes... eu é que ando sem... "vontade" para a escrita.
estou meia oca...
bjs grandes e adorei a imagem

little_blue_sheep said...

:)
já recebeu o postal?

José Manuel Dias said...

...somos nós e as circunstâncias...como disse Ortega Y Gasset

Teresa Durães said...

esse costuma ser o meu estado normal quando bolinhas redondinhas coloridas não interferem! lolol

é bom ler-te assim apesar do sono e cansaço.

beijos

Dias said...

Um sonhar que me é familiar mas que perco em intensidade, deve ser da idade :)

Bom post, excelente ilustração

Beijo

Fernanda e Poemas said...

Lindo o teu blogue.
e a postagem está linda.
Parabéns!
Beijinhos,
Fernandinha

Gi said...

Gosto de me sentir assim também ...
bonito texto

um beijinho

mariazinha said...

eu também!
beijos*

Su said...

pelo sonho...sempre

adorei as palavras...tuas.....de ti

jocas maradas e mudas........

Vera Carvalho said...

Como eu queria voar assim pelo céu e deslizar no silêncio celeste! Não te deixes acordar minha querida, mesmo que o sol te bata à janela;).
Um abraço.

Nuno Carvalho said...

Ir pelo sonho a dentro...

Não há nada como deixar de ser apenas... e tentar ser sobretudo...

Beijinhos