Sunday, June 08, 2008

alegrias e tristezas
o caminho
uma companhia
cheia de devaneios.
perco me sem sair do lugar
e isso alucina me.
não acompanhar
as minhas divagações
confundem me as recordações.
querer sair
sem voltar
sem saber onde estar.
quebrar ciclos
terminar com as alucinações.
ir
mesmo que em outras circunstâncias
não fique a lembrança
apenas a confiança
de que um dia irei voltar.



algumas coisas devem ficar apenas na memória
enquanto esta for um bom lugar.
depois, que se percam.
é inútil tentar salvar qualquer coisa que seja.
está morto.
os pensamentos não precisam de enterros.
precisam existir e depois partir.

22 comments:

impulsos said...

Velas
Adorei o que escreveste hoje!
Identifico-me 100% com o que li.
(...)é inútil tentar salvar qualquer coisa que seja.
está morto.
os pensamentos não precisam de enterros.
precisam existir e depois partir.

Fechas com chave de ouro o teu poema o teu pensamento.
Ah! E a garrafa ali no meio, com o peixe lá dentro, ficou linda!
E a música... ai a música...

Beijo

Mateso said...

Peço desculpa da minha ausência mas como ando sempre atrasada...
Depois acho lindo o que escreveste uma vez que os pensamentos são as asas do corpo.
Bj.

pin gente said...

se não valer a pena ficarem

Jotabê said...

Era bom que assim fosse. infelizmente há pensamentos que nos atormentam mais só por insistirem em permanecer, que o motivo pelo qual ficaranm na nossa memória.
fazia-me falta um disco rígido e um sistema operativo.
:|

beijoca

poetaeusou . . . said...

*
ocaso
das nemórias
ou
a sanidade do passado ?
,
conchinhas, velando,
,
*

☆ tenshicris ☆ said...

se pudessemos transformar as coisas era muito bom mas infelizmente ano podemos..

gostei muito...

beijinhos e boa semana

Jazz Manel said...

os pensamentos são viajantes compulsivos, não conseguem parar!!!

Su said...

(...)perco me sem sair do lugar
e isso alucina me.
não acompanhar
as minhas divagações
confundem me as recordações.(...)

entendo.t...pois ando perdida faz tempo................

jocas maradas...sempre

Miudaaa said...

Os pensamentos surgem... por vezes atropelam pensares bonitos...!!!

Cabe-nos a nós discipliná-los por muito difícil que possa parecer... mas nós somos capazes. Somos Pois.

Um Acreditar que somos capazes.

Beijo da miudaaa que agradeçe os teus beijos, mesmo quando ela (eu), ando mais ausenteee ;-)

fatima pb said...

adorei!!

posso estar mt enganada, mas a maior parte do tempo penso que te compreendo tão bem!

e as coisas que tu escreves.... pasmam-me, tantas vezes!, pq pensava que só eu sentia assim e me perdia em divagações destas.

So que tu, tens o dom da palavra!!!

muitos muitos muitossssssss beijos!!!

pn said...

à terra os pensamentos
enterre-se no sulqueado rêgo a boa semente
e que a colheita prospere em ti
dulcificada pela boa razão

(xiii! isto parece parlenda da Quaresma!)
(bô feriado, miúda pensadora!)

Dias said...

... e o que a memoria não guardar não o mereceu, importante é ter vivido com um minimo de desperdicios que de qualquer forma farão parte das memorias.

Escreveste mais um excelente Post miuda, parabéns pelos verbos e pela ilustração.

Beijo muito agradado

rjl said...

:*

Lu.a said...

"os pensamentos não precisam de enterros.
precisam existir e depois partir."...nem mais!! :)

Luis Eme said...

é verdade...

aproveita este sol, nem que seja ao fim da tarde...

beijinho Velas

Pedro Branco said...

Recorda-me o teu rosto em pequenas parcelas de uma viagem eterna. A tua voz no meu peito, sacudindo na memória as entranhas das palavras que não morrem. O bater na rocha. Em tempestades de gritos pela solidão fora. Em permutas entre mim e cada pedaço que sou. No encalço de um horizonte sem janela. Onde tudo permanece. Tece. Enaltece. Se esquece só porque regressa. Mesmo que ninguém o peça. Rasgando a minha liberdade...

scaramouche said...

adorei.

voltarei.
abraço,
scaramouche.

Bandida said...

como tens ali ao lado "never be afraid..."



abraço grande!

maria josé quintela said...

pensamento morto pensamento posto! (adaptação de recurso)
:)


espero pelos novos (pensamentos).



um beijo.

Vício said...

como é que os pensamentos partem?
basta deixa-los cair ao chão?

(bom som)

fatima pb said...

sempre gostei desta musica. muito!

um beijo e o desejo de uma boa noite, para ti!

Paulo said...

Concordo perfeitamente. Pensar é no momento. Se pensamos demais agimos menos!

Beijo