Friday, May 01, 2009

decidida

ainda não sei o que se faz às palavras que ficam por dizer.
mas sei que depois de muito me questionar
e
das tuas atitudes,
que um sonho não vale a queda do despertar!
às vezes as pessoas são momentos breves que desiludem.


I've heard there was a secret chord

That David played and it pleased the Lord

But you don't really care for music do you?

It goes like this – the fourth, the fifth

The minor fall, the major lift

The baffled King composing Hallelujah

Hallelujah, Hallelujah, Hallelujah, Hallelujah

Your faith was strong but you needed proof

You saw her bathing on the roof

Her beauty in the moonlight overthrew you

She tied you to a kitchen chair

She broke your throne, she cut your hair

And from your lips she drew the Hallelujah

Hallelujah, Hallelujah, Hallelujah, Hallelujah

Maybe I've been here before

I know this room, I've walked this floor

I used to live alone before I knew you

I've seen your flag on the Marble Arch

Love is not a victory march

It's a cold and it's a broken Hallelujah

(musica-Hallelujah...está no Shrek)

39 comments:

Mar Arável said...

Na verdade somos vagarosos instantes

Paulo Sempre said...

«às vezes as pessoas são momentos breves que desiludem.»

Outras...vezes, não!!!!

Paulo

Boo said...

As pessoas só nos desiludem se tivermos ilusões em relação a elas!

:)

Porcelain Doll said...

Ás palavras que ficam por dizer, podemos guardá-las... para dizer na altura certa da forma certa...

Se o sonho vale a queda do despertar depende em grande medida da atitude alheia... e há sonhos que valem a queda do despertar... :-)

As pessoas às vezes não são aquilo que gostaríamos que fossem... é sinal de que não devemos parar... é sinal de que devemos continuar a andar... em frente...

Beijos!

HannaH Sophia said...

um beijinho. que a decisao tenha sido acertada.
qnto as palavras que focam por dizer, joga-as ao vento...ela leva tudo!

beijinho

PavlovDoorman said...

Hugggggg

Apenas eu said...

Sabes Vela, guarda o que ficou por dizer para alguém que te queira abraçar depois de o dizeres...

Quanto ás pessoas, não são elas que nos desiludem, somos nós que não as vemos como elas são na realidade, até que chega um dia e vemos para além do habitual...

A desilusão deixa um vazio por viver. um vazio. uma branca. mas depois passa.

adoro a música.

beijinhos ****

Eu Mesma! said...

O problema...
é quando nós nos desiludimos porque esperamos que as pessoas sejam como nós...

e eu aprendi da pior maneira que... as pessoas são todas diferentes e que ninguem age como nós agiriamos na mesma situação....

joão said...

as pessoas são elas e as circunstâncias, por breves momentos irrepetiveis, porque o tempo esse ditador, não se se atrasa. o resto é vento, mar, sal e sol na face ao por do sol... e memórias.

Teresa Queiroz said...

nem sempre...... :)

simplesmenteeu said...

O sonho que vale a pena é aquele que, quando acordamos, continuamos a sonhar de olhos abertos.

Há quedas duras mas que não retiram a beleza do sonho.

Há ainda outros. Esses, mais valia não termos adormecido.

Um beijo

Maria said...

É verdade. E o contrário também...

;)
Beijo, Vela

casa de passe said...

um 1º de Maio sem violência e tranquilo, com sol e esperança

Um beijo da

NINI

inBluesY said...

Amiga,

Jamais desistir! jamais, mas primeiro estamos nós. a seguir os outros, sem egoismos, sem dramas.

Bj Grande

★ Aralis ★ said...

Fantástico!
O texto está divinal!
Dá que pensar.
jokitas e brigada pelos miminhos

PAULO MIRANDA (A Folha) said...

Pois é... Mas escrevemos. O que seria de nós sem nossos sonhos
Sonhe...

Mãos de Veludo said...

às vezes penso nisto: que um sonho não vale a queda do despertar!
Mas depois acho que não... é conforme...





Velinha, já reservaste bilhetes? eu vou pôr já 6 de parte para ti, sim?

Beijinho e até amanha! ;)

Su said...

..nem mais...............eis o que sinto e ainda não disse


jocas maradas.sempre

Verdinha said...

e qd sabes isso e mesmo assim continuas a sonhar?

Pedrasnuas said...

ÀS PALAVRAS QUE FICAM POR DIZER...GUARDA-AS PARA A PRÓXIMA OCASIÃO.

ABRAÇO SENTIDO

orkide@ said...

Realmente é muito triste sermos desiludidos precisamente por alguém de quem gostamos e pelo qual seríamos capazes de tudo.
A palavras que ficaram por dizer... guarda-as dentro de ti... mas não por demasiado tempo. Grita-as... ou acabarão por te sufocar.

Rafael said...

Legal seu blog...
To te seguindo.
Bjs

isabel mendes ferreira said...

sou nada....:)




-----------------




beijo.

Lu.a said...

Devo começar por dizer que esta musica de Leonard Cohen ou Jeff Buckley, (tanto faz) é uma das melhores musicas que eu conheço, está e estará eternamente entre as minhas melodias preferidas e a parte que sublinhaste a negrito parte-me sempre o coração... :/
E sim, às vezes, felizmente só às vezes, as pessoas são momentos breves, que nos desiludem de facto, mas também dada a brevidade, não são assim tão dificeis de esquecer...digo eu...!

tulipa said...

Acho que nunca se diz tudo!
um abraço
tulipa

Canto da Carlota said...

Nós é que criamos Demasiadas expectativas sobre os outros...aí é que está o erro!!!

Somos todos diferentes...temos aceitar a diferença1!!

bjossssssss

Clotilde S. said...

Velinha,

Esta canção do Cohen é um hino maravilhoso ! Intenso como só ele sabe ser (ainda).

Beijo grande

Nani said...

Deve ser uma das características mais fiáveis das pessoas... desiludirem-nos! Se encontrares uma que não o faça ... é porque não é humana!!! :P

Francisco said...

...Olá.

Queria apenas agradecer o destaque que deste à minha escolha musical (como "oferta").

Beijos.

Francisco
Aconteceu em Novembro

rauau said...

Iludimos o presente com a construção do futuro. Depois, não é o que temos hoje,é o que sentimos que não vamos ter amanhã.
As palavras por dizer existem no olhar sentido do passado, amanhã são outras e sempre bonitas ou malditas/mal ditas.

O Hallelujal de Leonard Cohen, na versão de John Cale é excelente (www.youtube.com/watch?v=vEOZLQd1Fi) é excelente. Recomendo o cd do Cale " Fragments of Rain Season " que me acompanha à muito tempo.

Bj RauAu

pin gente said...

... há um pouco de tudo... também há os momentos longos que desiludem, ou não
e acredito que existem os momentos eternos.
beijos

quanto pesa o vento? said...

a desilusão é o pior sentimento que nos podem fazer sentir.
gostei de de te conhecer:)

o teu simão é lindissimo.

abraço.

rauau said...

veja www.youtube.com/watch?v=mRELPQ15eog , deixou-me sem palavras
Bj RauAu

Beatriz Cró said...

és doce.

Rain Sister said...

Estou outra vez sem computador.
Beijinhos

A.S. said...

Só os fracos é que desistem de lutar, esquecendo que o mundo foi sendo construído partindo das mais ousadas utopias!...


Beijos...

Ana Gomes said...

A desilusão é dos piores sentimentos que podemos sentir...

A said...

As palavras que ficam por dizer têm sempre de ser ditas. Mais cedo ou mais tarde, as palavras saem, se forem importantes.

Se não, olha... apenas te posso dizer que o silêncio é mesmo de ouro e se pessoas há que desiludem, outras há que nos surpreendem pela positiva.

Não te importes com o que não tem interesse (e posso estar a dizer o maior dos disparates, pois não sei o que causa o teu sofrimento), mas se te causa dor, digo-te o que a minha mãe sempre me disse nas piores alturas da minha vida "põe o coração ao alto!" e a cabeça bem erguida.

Há demasiada coisa boa na vida para nos perdermos e desperdiçarmos no que não merece um segundo de diálogos imaginários.


Quanto ao Cohen... pois bem, apenas te posso dizer da minha modesta opinião que todos os momentos em que sintamos esse grande grande sentimento trágico que é o amor a aproximar-se da nossa vida, não temos senão a alternativa de abraçá-lo, para o bem e para o mal. Por diversas vezes vivido, por diversas vezes abandonado, o Amor é o que nos faz correr e não temos como lhe fugir.

Ama quem te ama I.

There Ain't No Cure for Love.

Miguel said...

Basicamente já está tudo aqui...

1º Não são as pessoas que nos desiludem mas nós que nos iludimos com elas. No fundo isto acontece porque queremos acreditar que o nosso sonho existe.

2º Existirá? Mesmo? Não sei. Mas sei que devemos continuar a sonhar, que devemos continuar a procurar uma agulha no palheiro... Que sentido tem a vida se deixarmos de sonhar? Vamos atrás do quê?
Há que acreditar. Mesmo sendo derrubados constantemente.

3º O melhor é dizer as palavras no momento certo. Mas isso nem sempre acontece. Normalmente há ainda um tempo para as dizer. Pelo menos na maioria dos casos. Passado esse momento, perdem o sentido e não vale a pena dizê-las. Serão palavras deitadas fora, sem conteudo.
O melhor é guardá-las para outra ocasião que, com certeza, aparecerá sempre.

De qualquer maneira, as palavras, por mais bonitas que sejam, não são nada se não forem acompanhadas por gestos e atitudes que as suportem...

Penso eu de que...

(gosto do teu cão)