Monday, May 11, 2009

acho que preciso de me alimentar

acho que preciso de me alimentar .
mas não é o estomago.é a alma.
não preciso de bifes com batatas fritas.
preciso de energia para me levantar de manhã e sair para trabalhar a sorrir.
acho que preciso de me alimentar.
sobreviver ao corpo mas ficar com alma.
sentir fome bem cá dentro mas que não me deixe melancólica.
quero ter fome de ir ao cinema, conversar com quem gosto e sentir uma vontade louca de viajar até ficar tonta.
acho que preciso de me alimentar.
o meu frigorifico está cheio.iogurtes, leite, carne, peixe e ....um sem número de outras coisas.
mas nao tenho fome.
ontem saciei me com a revista do Expresso, um episódio do Sem Rasto e internet desprezando o resto e nem me levantandodo sofá neste processo.
acho que preciso de me alimentar.
mas para alimentar a alma é também bom sair de casa: perseguir objectivos e prazeres.
assim como é necessario silêncio para caminhar,
se ele não existir vou persegui lo e ver onde se esconde,
ir por uma estrada de terra batida, visitar uma falésia ou ver o mar.
nesta época o litoral é tão bonito, tem uma luz diferente, o mar parece maior.
acho que preciso de me alimentar.
também me apetece afecto, verdade, quem goste de mim e me oiça as mágoas, abrace fortemente ou sorria, um amigo.
apanharmos juntos a liberdade que anda tão rara, liberdade de pensamento, de atitudes e horários..,
alimentar a alma.
pode ser engraçado.
apanhar o amanhã, o novo, o que ainda não foi contaminado por críticas, comodismos, preconceitos
e ir atrás do surpreendente, do que se expande a minha frente, e me provoca prazer de olhar e sentir.
acho que preciso de me alimentar.
vou me entupir de calorias na alma.
há tantas sugestões no cardápio:teatro, cinema, amigos, copos, ler, ver , sentir....
lá porque o ritmo dos dias é intenso não me vou esquecer de alimentar corectamente.
quero engordar no lugar certo.

45 comments:

Sanxeri said...

Fazer coisas que nos alimentem a alma é sempre positivo. Mas um bife com batatas fritas tambem nao era mau!

Eu Mesma! said...

Beijinhos e bom inicio de semana mesmo molhadinha....

Su said...

afecto, sem duvida


jocas maradas.sempre

Teresa Durães said...

não estou com vontade de fazer seja o que for

pensamentosametro said...

Pois é, muitas vezes a fome da alm é bem mais difícil de saciar que a do estômago.


Bjos



Tita

Roderick said...

Poesia. É bom para a alma.
Mas não toda...

mjf said...

Olá!
Vencer a inercia que se apodera de nós...é meio caminho andado, para alimentarmos a nossa alma....
Se puder ajudar...como amiga virtual...dispõe :=)
;=)

Beijocas
Boa semana

Donagata said...

Tenho estado a dar uma voltinha pelos meus blogs de estimação e... Estou a ficar preocupada.
É que esta coisa de uma certa inércia, um medo de encarar o dia, uma necessidade de alimentar o espírito está-me a parecer endémica!
Isso pega-se?

beijos e uma boa semana.

Mamifero said...

Estava na net á procura de algo sobre o livro que estou a ler " As velas ardem ate ao fim " e dou com este magnifico Blogue.
Parabens !!!
Sobre David Mourão Ferreira talvez um dia lhe consiga contar a razão de ele ter escrito isso dos 5 sentidos.
As suas velas ja estao nos meus favoritos.

Pedrasnuas said...

VÊ LÁ COMO TU FAZES EXACTAMENTE O QUE PRECISAS...TU SABES TÃO BEM ONDE E COMO PROCURAR...POR ISSO FAZ-TE AO CAMINHO...SACODE A NOSTÁLGIA E SAI POR AÍ...PRECISAS DESSAS CALORIAS TODAS...TEATRO,CINEMA,AMIGOS,COPOS,LER,
VER,SENTIR... TU SABES ONDE IR...ISSO É MEIO CAMINHO ANDADO...

vício said...

é sempre um problema! a gordura localizada nunca é onde gostávamos que fosse ;)

Lita said...

Excelente post. Beijos.

A Verdade apanha-se com enganos... said...

Nada que muito Amor,beijinhos e abraços apertadinhossss não resolva... não é? :)*

muahhhhhh velinha*

Sea star_ Hannanur said...

Não imaginas o que gostei de ler este post.Estás consciente do que tens de fazer e parece-me vislumbrar uma vontadita em passar aos actos.Nada de ficar só pelas palavras.(que foi o que fiz estes dias, só intenções...não dei o passo em frente)

Tem uma fantástica semana Velinhas.Vou-te lendo.

Kiss

Flier♀ said...

A alma é sem dúvida o que mais necessitamos d alimentar, certamente também a mais dificil de saciar.
Quantas vezes a alma cai ferida... e quantos buracos ela não tem... Resta-nos então a vontade de a alimentar. Somos nós os cozinheiros, nós próprios quem escolhe os ingredientes.
Pomos a alma nas nossas mãos e preparámo-la como o coração manda.

Bom apetite :)
Beijinhos,
Flier

Teresa Queiroz said...

alimento para a alma!!!
sim entendo-te tão bem .... porque estou igual sem alimento ...nem alento ...

olha há uma peça boa no dona maria ... que ouvi a rádio ontem

ão me lembro o nome
mas vou descobrir e encher-me de teatro ... a peça fala duma mulher na casa dos 40 que ainda não se encotrou.... enfim
quando lá chegar devem estra centenas de quarebtonas desesperadas a compar o bilhete

o autor ...só me recordo de stevens ... hummmmdeve valer a pena ver ..pelo que ouvi na antena2
uma boa semana
mesmo que seja sentada no sofá :)

A said...

That's the spirit!


Nem de propósito, hoje escrevi para as moças solteiras ;)

É uma sorte o tempo que nos sobra para fazer aquilo que mis gostamos...

HannaH Sophia said...

a preguiça é o meu grande inimigo para essa alimentação... ha uma guerra feroz entre ela e a vontade!! espero k no teu caso a vontade ganhe!!!

beijinhos

Chinezzinha said...

Ahh Vela,
Estou como tu neste momento.:(
Mas melhores dias virão. Vais ver! :))
Beijinho grande

entremares said...

Só posso concluir que muitos de nós pensam ter a alma:

- na barriga
- nos olhos
- nos pés

Pelo menos, só alimentam essas partes...

E como tens razão, como faz falta o alimento da alma...

izzie said...

Sentimento mais que partilhado :)
Guarda um pedacinho do bolo para mim, sim?

Beijinhos,

AnaMar (pseudónimo) said...

Como te entendo. Mas estou de tal modo, que prefiro morrer de fome.
Pode ser que passe.
Bj

schmetterling said...

Tenho-te lido com frequência,gosto muito ,mas só hoje arrisquei comentar.Porquê?

Pela poesia.Tão bela.Tão real.
Tão como eu,neste momento.

Tens um dom.Continua a escrever,pf.para que te continue a ler.

Espero que por muito que comas,nunca te sacies... é essa fome que nos faz crescer.
É dessa fome que tenho fome e tantas são as vezes que não como.

beijos na alma

Cruztáceo said...

alimentação psiquica e orgasmo neurológico, questão de amamentação mental ou complexo de proto-identidade adiferenciada?
kayam Sonedra na sua questão proeminente sobre o corpo etereo debateu-se em variadas situações sobre o tema, dissertando sobre o modo do ser do estar e do sentir. Basicamente delineando o caminho do conhecimento em 2 passos: a visão e a sensação. primeiro viajar dentro num pensamento lao-tsetiano depois sentindo numa noção taoista do ser. Em suma nada da intelectualidade ou racionalidade é necessária se simplesmente houver consciencia da nossa identidade, não havendo portanto exteriorização de pensamentos futeis ou ideais banais, baseados numa pseudocultura de marketing, plena de preconceitos estereotipados e caminhos percorridos ad eternum pelos escravos da moda e vitimas da servidão estilistica e conceitos deja vu.

Fatima said...

Olá!
Gostei muito do seu blog. Além de ser lindo, seus textos são belíssimos. Parabéns!
Gostaria de te convidar para conhecer o meu blog. Será um prazer receber sua visita.
Abrs.

Apenas eu said...

Alimentar a alma... só Tu!
sabes que me deixas comovida nas tuas palavras?
sabes que de certo modo alimentas a minha alma também?
São sim precisos muitos afectos, muitos carinhos, ás vezes até mimos, e um abraço no silêncio... daqueles que não trazem palavras agarradas...

Começa por te alimentar de sorrisos, experimenta, dá um e vais ver que tens um outro de volta, aos poucos vais conseguindo engordar no lugar certo.

deixo-te um sorriso e um beijinho

Maria said...

Eu só não sei muito bem onde está a alma. Às vezes penso que está no estômago, outras na gargante... acho que a alma se passeia pelo nosso corpo...

Música, um livro, um copo de bom tinto. Queres?

Um beijo, Vela

casa de passe said...

Um dia destes ouvi a Loulou a falar com a Nini e diziam qualquer coisa sobra a alma de um sapato. Seria? Nã sabia que os sapatos também tinham alma. Será que elas queriam alimentá-la?


Ernesto, o avô

Dias said...

Espero-te morbidamente obesa miuda!! É tão facil, just do it e os its começam a avalanchar-se.

Dos verbos, ou como te nos narras: é tão bom voltar-te :)

Abraço GORDO!

A Verdade apanha-se com enganos... said...

está uma prendinha pra ti no meu blog :)*

beijinhooooooo*

Noiva Judia said...

Fazes muitíssimo bem. Como disseste, sugestões não faltam e lá no meu kibutz também vou dando algumas dicas de vez em qaundo, se quiseres aproveitar alguma sugestão. Posso dizer-te por experiência própria que foi este tipo de "alimentação" que já me safou muitas vezes de me ir abaixo...

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Sarava!


Que tal a fusão de literatura com amor???

beijinhos

Francisco said...

Olá
Velinha

Também te escolhi. Apenas um acto de justiça.

És especial.

Beijo

Francisco

pn said...

ancha...
de uma grandeza que não sei medir.

Patarata said...

Tomo a liberdade de inserir algo ao teu cardápio.

um abraço e eu.

PavlovDoorman said...

Aqui por baixo faz-me falta é uma francesinha... :P

Beijinho

g said...

E esse alimento contribui e muito para a elegância.

Bjs

PAULO MIRANDA (A Folha) said...

Com certeza...
Somos preenchidos por coisas vazias.
E esquecemos, muitas vezes, de encher o vazio com coisas úteis.

Baila sem peso said...

Pois é assim mêmo! alimenta-te bem
Fica com a alma bem gordita!!!
Nestes dias andei num vai e vem
não sabia se comia, se jejuava...
Mas acabei por escolher comidita
mas daquela que falas tu, também
eu escolhi engordar a almita...
Como fiz?...passeio, leitura,
brincadeira de cadela com diabrura
abracei os amigos como convém
abusei dos filhotes, mel à fartura
belisquei meu corpo pra sentir vida
fartei-me de calorias com beijos
e contei só à minh´alma segredos
pra me livrar de alguns medos...
Depois fui-me pesar:
estava na mesma a balança
queres ver que a alminha não avança
farta-se com tudo e não aponta
e temos de repetir a dose
vezes e vezes sem conta??!!!

Um beijito docito e a semana
redondinha de alma cheinha

orkide@ said...

Uma vez que o diagnóstico está feito, faça favor de partir para a cura...
Bj

simplesmenteeu said...

Pior do que ter fome é nem a sentir...

A verdade, é que sempre temos consciencia dela, acabamos por buscar e encontrar os alimentos.

Serve-te... enche a tua alma e o teu coração.

Abraço forte

isabel mendes ferreira said...

ao teu ritmo Vela.....

forte e livre.




obrigada.


beijo.

Xana said...

...alimentarmos a nossa alma....

partilho contigo esse apetite tentador!

Bom passar aqui...

Beijo meu

nOgS said...

Eu também...


Beijo

pink poison said...

Alimentas a alma de qualquer um com o blog fantástico que tens. alimentas-me a alma, sem dúvida e olha que te escrevo num dia negro ao ivés de cor-de-rosa... Beijo