Sunday, April 05, 2009

o que me faz falta

eu sempre acreditei que o amor é o verdadeiro motor da historia, que toda a escrita é sobre amor ou não presta, que toda a solidão é por causas de amor ou é inutil. [lido por aí...]

Será que alguém sabe, para além de mim,

o que me faz falta???

32 comments:

Boop said...

O que faz falta é animar a malta!
Com amor, claro!

m.sunshine said...

Há sempre um bocadinho de nós que sente a falta de alguma coisa, por muito estupida que ela seja, não é verdade?

:)

Big Girls Don't Cry said...

...faz-nos falta o ar que "tu" respiras...

os "teus" passos no silêncio da noite...

e tantas "outras faltas"...


beijos

A Verdade apanha-se com enganos... said...

Paz,Amor e beijinhos :)*

Porcelain Doll said...

Eu também sempre acreditei que tudo girava à volta do amor, que a vida só fazia sentido por causa do amor, que a escrita só fazia sentido se viesse de uma alma embuída de amor... mas mesmo assim ele custou a aparecer na minha vida... e a espera até que ele surgisse foi dura e triste... mas quando apareceu veio aos trambolhões, quase me derrubou!! Luto ainda hoje por encontrar o equilíbrio que a minha vida afectiva necessita...

Sabes, eu acho que se tu souberes realmente o que necessitas, achas depressa... e será também mais fácil para os outros saberem... questiona a tua alma... do que é que eu preciso agora? Sabes que se ouvirmos os desejos da alma, eles costumam concretizar-se... os nossos desejos não se concretizam porque normalmente desejamo-los com outras coisas que não a alma... :-))

Beijo grande!!

Maria said...

Eu sei é o que não te faz falta, agor: essa fofa cama de feno. Ai as alergias, a rinite, os pulmões.
Falta, falta? Um filho
:)

Beijos

Eu mesma! said...

O que me faz verdadeiramente falta?

nem sei exactamente....
sei que tenho tudo o que sempre quis com excepção de alguém para partilhar o tudo mas....

tb sei que as pessoas que encontro não são suficientemente importantes para... partilharem o que seja comigo...

e como tal....
acho que o qie me faz verdadeiramente falta é a força de procurar....

vida de vidro said...

Ó amiga, eu nem sei o que me faz falta a mim, quanto mais a ti! Mas paz, amor e carinho nunca foram de mais, não é? **

Lídia said...

... serenidade... e alegria! Animar a malta também ajuda :) :)

Pedro Branco said...

Perdes-me a cada momento em que de novo chamas o silêncio para te aquecer o leito... Deixas-te ficar no horizonte de uma correnteza estranha da tua história. Não cantas. Não choras. Não chamas. Quedas-te prisioneira do teu passado, que não te liberta o futuro. Podias gritar... Talvez o teu corpo percebesse então que tens a tua vida na palma das mãos!

said...

Eu acredito que o amor é tudo o que ainda podemos querer sem que nos seja exigido seja o que for que se pague e acredito que o amor é o mais nos aproxima da natureza da vida.

"Amar é bom se houver, no fundo de um de nós, alguma solidão."

Eu acredito que o que não te faz falta a ti e a mim é alguma solidão, e isso também é amar.

O que te falta? não sei. Desculpa!

Beijinho grande de despedida.

*

Sofia

Ana. said...

Nada feito, sem amor presta... Mas depois chego à conclusão que o amor não é o bastante...

puff...

Beijoca!

Izzie said...

Faz te falta um abracinho meu:)

Beijoca

Canto da Carlota said...

nunca ninguém sabe!!!

É um mistério...mora em todos nós...e, cada um tem uma chave diferente para abrir essa porta misteriosa!!!

boa semana!!!

Baila sem peso said...

Era menina, tudo amor em fantasia
adolescente o amor chegou platónico
em mulher nova, veio a maternidade
cheguei a patamar de amor verdade
(e muita pedra cinza, palmilhada)
agora quero de novo a fantasia
viver de amor, em toda a poesia
sentir vida, sem dar pelo tópico...

cada um cantará seu hino
que fará o seu destino!

(Ah, mas por certo pelo meio com muita ternura e carinho...e com o AMOR por recheio!)

beijinhos e boa semana
(E um bonito Abril!!)

casa de passe said...

o amor faz sempre falta, mesmo que seja sob a forma de amizade, porque a amizade é uma forma de amar.


Ernesto, o avô

just me, an ordinary girl said...

amor
principalmente amor a nós proprios

é o principio o meio e o fim
de tudo

mas é so o que eu penso e eu costumo pensar tudo errado!

Um beijo grande grande grande

Su said...

nem eu sei..............
jocas maradas ,sempre

Qel said...

Sem dúvida que o amor é o grande movedor das montanhas da escrita.

Um beijinho (: *

HannaH Sophia said...

um abraço...aquele abraço...
esse faz tanta falta....

pn said...

creio que estás enganada.
não é o amor, é o ódio!

quanto à escrita, sem oponentes os adjuvantes nem entram na história...

Pedrasnuas said...

Sem dúvida que o Amor é o motor da História!
Se colocamos paixão no que fazemos,tudo pode ser um Acto de Amor.
A solidão existe porque nós não nos amamos o suficiente!
O que faz falta é Aprender a estar connosco quando é preciso, e, também saber partilhar o mesmo lugar com o outro quando é necessário...
A vida tem muitos sabores para ficar presa a um só!!!!

Al-T said...

Sempre que venho ao teu blog, quero deixar uma simpatia, um olá carinhoso, mas fico sempre meio tímido com as coisas "sérias" que escreves, por isso fico no meu cantinho para nao fazer figuras tristes.

Hoje decidi chegar-me à frente e deixar um beijinho, é pouco mas é sincero.

SaraPereira. said...

às vezes, nem eu sei o que me faz falta a mim (...)

Há sempre tanto em falta!


um beijinho (em chama) *

Desconhecida said...

Só tu o saberás :)

Um beijinho especial

Apenas eu said...

Olá Vela! saudades! Ando um bocadito desaparecida :( mas estou com um trabalho que me está a dar um gozo fantástico, é um desafio, então perco-me por lá...

O Amor é um tema que eu não gosto muito de falar, embora seja o motor de muita coisa, inclusive das maiores dores que alguém possa ter.

Toda a escrita é em parte de amores se reparares impossiveis, por isto ou aquilo, e isso arrasta a solidão.

Acredito em momentos. Que todos juntos podem dar uma linda história.

Acredito apenas no que vivo. Não projecto nada nem quero.
leste o meu post no vidas sobre o amor? vai lá dar uma vista de olhos e ja´me entendes...

Amiga eu nem sei o que me faz falta a mim, só te posso dizer a minha célebre frase, só faz falta quem está com nós.

beijos muitos.

Joana Homem da Costa said...

A mim o que me faz mais falta, de vez em quando, sou eu própria...e sou eu que sei que me estou a fazer falta e sou eu que tenho que me voltar a encontrar...por isso...acho que só tu sabes mesmo o que te faz falta, mas podes sempre partilhar com quem te quer bem para receberes uma ajudinha nessa busca! :)

Rebirth said...

Paz?

via said...

termos certamente uma opinião sobre isso, nessa opinião está incluída essa palavra...amor e assim...

maripoza said...

Faz falta
... o beijo de "boa noite"...
... o beijo de "bom dia"...
... a partilha...
... e tantas outras coisas de que gostarás e de que sentes falta...

beijo esvoaçante

nuvem said...

Bela citação essa...

Deixo-te um beijo enorme :)

isabel victor said...

"sempre acreditei que o amor é o verdadeiro motor da historia, que toda a escrita é sobre amor ou não presta, que toda a solidão é por causas de amor ou é inutil." [lido por aí...]


__________ sempre, até ao fim. Vela


(este blog tem substância. matéria)



é vivo ! Tem chama ...



um beijo

da isabel victor