Tuesday, March 06, 2007

rever...a vida e a morte...nada!

Tenho talvez 3 filmes que gosto particularmente, pelas emoções que me fazem viver, Cinema Paraíso, Casablanca e Filadélfia(este último até é com um actor que não aprecio o Hanks).
Revi um dos poucos filmes que me faz chorar, chorar e chorar....


preto e branco
máquinas e tubos
vermelho
o ar infectado de dor
sombra indesejável
mórbido esconde-esconde
a máquina respira pelo nosso corpo
o corpo não é mais senhor
do gesto, do gosto, do querer




a morte sabe da hora
a ciência não
Que sabemos nós
à beira da morte
do outro?
Que sabemos nós
à beira da vida
à beira de nós mesmos?
Nada
(estas palavras não refletem felizmente nenhuma situação que esteja a viver presentemente, apesar de todos nós ja termos passados por situações de dor e perda, de sofrimento extremado, mas apenas o que filme me faz sentir )

37 comments:

boleia said...

é impressionante! sempre...

amazing said...

Sentimentos únicos!
Sentimentos vividos!
Sentimentos sofridos!
Sentimentos desesperantes!
Sentimentos frustrantes!
Malditos sentimentos!

MiguelGomes said...

Bom post... Gostei...

Fica bem,
Miguel

DelfimPeixoto said...

hoje, um jnho, especial de regresso!

Zélia said...

Eu não gosto de pensar nas coisas que me entristecem, por isso não revejo filmes...!

Beijinhos linda,espero que estejas bem :)

KI said...

Impressionate...vim por aqui cirandar, e deparo-me com um dos meus poemas preferidos como cabeçalho :) e soube mesmo bem relê-lo ' façam estalar no ar chicotes' e façam muita algazarra!!

Gostei deste espaço :)

Até breve. Até sempre...

DE-PROPOSITO said...

Olá.
Ao passar por aqui, desejo-te felicidades.
Manuel

Diabba said...

Tb vi o Filadelfia no cinema (e tb já o revi na tv), não é dos filmes da minha vida, longe disso, acho que valeu para alertar as pessoas para um problema especifico!

O "meu" filme é sem dúvida "O Clube dos Poetas Mortos"

beijos d'enxofre

Scarlett said...

Tenho uma grande falha no meu conhecimento cinematográfico:nunca vi Cinema Paraiso. Ainda há pouco tempo estive com o DVD na mão mas acabei por não comprar.

Filadélfia vi,gostei e chorei. Mas eu choro em todos os filmes.

Era uma vez um Girassol said...

Também choro muito...
Com o Cinema Paraíso...e outros que me emocionam especialmente.
E agora com uma situação mais real que me faz sofrer.
Preciso de coragem...
Tenho de ter coragem!
Beijinhos

Estranha pessoa esta said...

Filadelfia..

..
Sem duvida!


Abraço grande para ti Velinhas **

DairHilail said...

Vou passando, no meio da minha luta...gostei do que li...adoro ler...adoro sentir o pulsar de outros corações, de outras emoções...sou mulher, e sou guerreira...volto para a minha luta...
Fica bem!

Nuno West said...

Não faz mal pensar nela...afinal é tão natural...

Tiago said...

Rever nos olhos de que nos olha,
rever, e segurar o passível de poder ficar...

Um beijinho Velita

Berta Saraiva said...

olá... Cinema Paraíso é brutal... e a banda sonora... fascinante...
berta

Afonso said...

Boa noite. . .

Giorgia said...

oportuno... como tão bem sabes!
:)

beijinhos

bettips said...

Eu vi perto, há anos, ainda nem se sabia o quê e como ou porquê. É um filme de alerta e faz bem chorar pelos outros! Lembrar que HOJE ainda se sabe pouco...HOJE ainda se morre de SIDA, se infectam outros. Lembrar/Falar sempre. A todos. Bjinho, alma sensível...

Mina said...

Desses, só não vi o primeiro. Cada um no seu género, gostei. São momentos vividos...
Bjs!

Carracinha linda! said...

Filadélfia é um grande filme!!!!!

Fartei-me também de chorar quando o vi pela 1ª vez e quando o revejo emociono-me da mesma maneira.

Beijo grande!

Miss Alcor said...

Este filme é brilhante. Estou contigo, também choro sempre que o vejo...há coisas que nunca mudam!
E esta música é particularmente fabulosa!

Quanto ao Cinema Paraíso...foi um dos filmes que marcou a minha vida. Não há palavras que lhe façam justiça!

PR said...

Nada, precisamente. Um bjinho.

sea said...

Estou como tu, não gosto do Hanks, mas o Filadélfia é um magnífico filme, para se tirar algums lições.

E no fundo, que sabemos nós?
Nada.

:)

Um beijo

TONY, Duque do Mucifal said...

Velinhas,
Se não estás a viver esses sentimentos, porque não tiras cá pra fora uns sentimentos mais primaveris...mais soltos...umas notas mais algres...um sorriso...

veritas said...

Olá MULHER!

...de muitos sentires, de muitos anseios, de muitas procuras, de muitas quedas, que te levantes sempre, que essa capacidade de acreditares em ti própria esteja sempre ao teu lado, no meio de tudo, no meio da imensidão, ou no meio da reclusão.

Bjs. Passa um bom dia.Esses filmes também estão entre os meus preferidos.

vida de vidro said...

Gosto do Filadélfia, mas estou mais contigo quanto aos outros dois. Casablanca é o meu filme de sempre. Cinema Paraíso, uma delícia, um encanto.
Bom dia para ti. **

Jotabê said...

Filadélfia, é um filme intensíssimo que mexe com realidades muito incómodas e dramáticas da sociedade moderna. Foi um filme ‘despertador’, muito bem conseguido, a todos os níveis; altura em que apareceu, desempenho de actores, os vários temas, enfim, também para mim um dos melhores filmes do século XX.
Este ‘take’ da descrição da ópera está simplesmente genial, um momento alto do filme.

O ‘nada’ que falas no teu post, esse ‘nada’ em relação à vida e à morte, é contudo na minha opinião insuficiente senão mesmo redutor, quanto aquilo que a esse ‘nada’ está associado. Um trabalho eficiente e desafiador o advogado (Denzel Washington), a fugaz mas expressiva aparição do companheiro (António Bandeiras), a imagem do apoio familiar liderado pela mãe (Joanne Woodward), e a própria milionária indeminização, personificam um ‘tudo’, também na minha opinião, bem mais marcante, que a inevitável morte de Andrew Beckett, que logo à partida toma o papel de mártir e exemplo perante o poder, e a sociedade, sustentadas nos bastidores por esse ´tudo´. Diz lá se o exemplo não fica bem melhor que a fatalidade, independentemente de culpas ou culpados.
Olhamos de forma tão dramática para a morte, esse ‘nada’, e de forma tão displicente para a vida, esse ´tudo´, ..
...não achas?

Excelente.

:)

Beijoca

olhos cor do lago said...

Rever a vida e a morte?

Aproveitar e saborear a vida, porque a morte é certa e pode chegar em qq altura... só nos apercebemos disso quando estamos à sua porta...

Deixe-te uma proposta indecente, endiabrada no meu cantinho.... no diabinho...

"Shichi" Bjs

Just an ordinary girl said...

Nunca vi o filme todo, só partes. E mesmo dessas que vi, lembro pouco.
Mas eu ando assim, tão mas tao mas tao vazia de memórias.

Um beijinho, não vazio, mas sim cheio, de carinho, para ti.

Su said...

passei correndo para deixar.te uma joca marada.............e fiquei aqui colada............+jocas

Cris said...

Chorei babo e ranho em todos! Ai, menina, as coisas que tu te lembras! AINDA BEM! :)

Beijinhos e Bom fim de Semana
Cris

Confrade said...

Apesar de ser um grande apreciador de cinema, tenho algumas falhas no meu currículo... nnunca pus os olhos na totalidade nem no Casablanca nem no Cinema Paraíso... é uma faha, eu sei!

Agora o Filadélfia é de facto um grande filme! não é o filme da minha vida ma é um filme que mexe com quem o vê!

bjos

P.S.- gosto do teu poema! o que nós sabemos à beira de nós mesmos é que vem aí a Primavera e com ela o calor! e apesar do inverno que se segue ser rigoroso, sabemos sempre que a bela Primavera vai aparecer!

PR said...

Bom fim de semana, bjinho,

Dark-me said...

As tuas escolhas são óptimas e as palavras q aqui deixaste fazem-nos reflectir

Dark kiss

Opintas/Bernardo said...

Um bom fim de semana.

Pierrot said...

Um pouco tétrico mas gostei do post...
Quanto ao filme, mais do que gostar, considero-o um marco importante para o seu tempo.
Bjos daqui
Eugénio

Curiosa said...

Já vi o Filadélfia ao vivo e a cores duas vezes.
Da primeira, nem me apercebi bem porque era nova e pouco informada. Foi a 1ª vez que ouvi falar em aids. Mas senti-a com muita dor porque era um amigo muito querido.
Fiquei com a tal preparação adolescente que se tem para a vida e para a morte.
Do segundo ‘Fila’ não falo. Fico triste e choro. Não quero, é só!!!
Hoje não fui capaz de deixar o meu comentário porque acabei de chegar dum velório e SINTO!
(Calma que não era o 3º, ok? Afinal era uma senhora que viveu e aproveitou muito bem a vida dela. Todos lá chegaremos!).

O Paraíso é bonito e emociona qualquer pessoa sensível. O Casablanca um clássico.

Fico a velar por melhores... (Filmes, claro!).