Friday, March 30, 2007

jardineira de um coração...


Um dia ao acordar queria ser jardineira. Não de um jardim mas de um coração.Então cavei a terra, semeei e nada colhi. Nasceram espinhos e neles me piquei.Insisti… Cavei, plantei e a terra nada criou.Não desisti e mais uma vez lancei a semente com um gesto largo. Vieram os pássaros e levaram a semente. De repente, quando olhava desalentada para o céu lembrei me que “ o coração é terra de ninguém”.

34 comments:

particula-RG said...

Gostei!

pn said...

certeira mão de semeador
semente fértil
sem fruto
terra infértil

(busca outra leiva!)

un dress said...

não diz donde vem
nem pra onde nos leva




o

coração ~

crispipe said...

jOKINHAS GRANDES.

sonia r. said...

Bom fim de semana. Bjinho.

olhos cor do lago said...

Só podes ser jardineria do teu próprio coração.

Está na altura de continuar a vida. Nao vale a pena remoer infinitamente nos desalentos provocados por quem não gosta... não ama... não tem coração...

Beijos

Opintas/Bernardo said...

Bom fim de semana, abraço.

Carracinha linda! said...

Olá Velinhas!!!!

Vim aqui para te desejar um óptimo fim-de-semana!

Ah...acho que todo o coração tem dono. Só que às vezes parece tardar em se encontrar o dono certo. Ou então até já o encontrámos mas ainda não nos apercebemos disso.

Penso eu...se bem que também já não sei o que penso.

Beijocas grandes!

olhos cor do lago said...

Obrigado pelo elogio.

Beijinhos e xicorações grandes para ti também....

Cris said...

Velinhas, é verdade, alguns corações são terra de ninguém, e assim sendo, tendo a consciência que tudo fizemos para que desse fruto, mas não deu, há um universo de corações que esperam alguém que cuide deles e semeie sementes de futuro, são esses que devemos cultivar - às vezes temos grandes surpresas e bonitos jardins...

E sim, sou uma mulher de sorte, sei disso, ele é, um dos poucos Homens dignos desse nome e dos melhores amigos com que poderás contar. Tb têm um mau feitio insuportável, mas assim só se estraga uma casa ;)

Um beijinho GRANDE!
Cris

joaninha said...

lindo :')

poetaeusou said...

///
é
o coração não tem dono.
/
quanto muito
um contrato a prazo ...
/
uns meses ...
umas semanas ...
uns dias ...
*
até
///

Cris said...

Aqui fica um beijinho de bom fim de semana.

Cris

Crystal said...

Olá Velas.Li e reli este teu texto em jeito de desabafo e sabes o que me lembrei? É que nunca é em vão o acto de semear, porque, ao fazê-lo, estamos a alimentar a capacidade de amar e de agir.Pode a semente não germinar na terra onde cai, mas germina com toda a certeza na mão de quem a lança.

Um beijo em botão para ti nesse coração coberto de flores

Lu.a said...

:)
Lindo!!

...beijinho de bom fim-de-semana!

Zélia said...

Oh linda pelo contrário, o coração é terra de toda a gente!
Não te feches, não deixes de semear...
Eu sei que é cliché, mas quando menos esperares... vais ver... eu fico a torcer :)

Bjinho e bom fim de semana :)

boleia said...

:)
bom fim de semana!

papoilita coquelicot said...

O coração vai ser sempre terra de alguém, nem que seja da nossa terra, da nossa família, dos nossos amigos e um dia mais tarde da nossa cara metade... até lá, é nosso e só nosso!! Aproveita este fim de semana para seres um pouco egoísta e dares mimo a esse coração que tanto precisa!!
Kilos de adubo para te fertilizares...
Beijinho

Brain said...

Sabes o que mais me fica deste texto?
"Insisti... Não desisti..."

Este é o verdadeiro espírito que conta (na minha opinião).

Para além de que: "vieram os pássaros e levaram a semente" Significa que o trabalho não foi em vão. O resultado não foi o desejado, mas não deixou de "dar fruto".

Muito Bom! Gostei!

Beijo e Bom Fim de Semana.

poca said...

sim.. muitas vezes plantamos no sítio errado..
mas em relação ao coração.. acho que é terra de muita gente.. paesar dos pesares :)


beijinho

little_blue_sheep said...

...lindo...

ps-a esperança é o sol do teu jardim...não o tapes! ;)

Teresa Durães said...

como passaroco nos blogs posso dizer que é assim. Planta-se mas não para prender.

Coo gente, Teresa, diria-te o mesmo. Mas tu sabes, és igual a mim

beijos e bom fim de semana

Jotabê said...

Talvez uma das maiores, senão mesmo a maior lacuna da natureza em relação aos sentimentos, não conseguir que estes se harmonizem em ligações perfeitas entre os que os detêm. Como nada é perfeito, os autores mais pragmáticos, como pragmáticos serão desta feita os sentimentos, transportam-nos para uma realidade tendo em conta o bem estar pelo maior tempo possível, é o que todos nós ansiamos, porém o dia-a-dia é bem mais dramático bem mais racional. Excelente esta tua visão racional e tudo o que camufladamente lhe está associado.

:)

beijoca

PR said...

Boa tarde e um bjinho.

Tejina said...

Um coração só pode ser cultivado se o quiser ser, se estiver disponível para isso... não podemos cultivá-lo como a terra do chão... Mas não podemos desistir... esse é o grande segredo! Sem obrigar e sem forçar... de um coração nasce uma flor quando menos se espera...

Continua a contemplar as flores, a cheirá-las, a acarinhá-las... um dia nasce uma num coração, quando menos esperares!!

Beijo... e um carinho!

Enfim... said...

ser jardineiro tem tecnica nem que seja para regar a coisa mais superfula do mundo

Bjokas e bm fim semana

A estranha said...

Depende do coração e depende das sementes... Acho eu...

Beijos e voltarei...

Vladimir said...

só com trabalho se chega à meta...Como era sábado, o Vladimir inspirou-se e decidiu dar forma ao pensamento.

Letras de Babel said...

terra de ninguém ou um enclave ocupado...


beijos

gostei do que já vi, no teu blog
[hei-de fazer aquele teste:)]

Nuno West said...

Mas continuas a lençasr a semente, não?

Su said...

já te disse que gosto de ler.te?


digo.o.....sempre



jocas maradas de palavras sentidas

PR said...

Bom domingo, bjinho,

daniel sant'iago said...

Que doce... apesar do desespero!
Mas como as velas ardem... sempre.. até ao fim...
Bj.

poca said...

o facto de não dares espaço a comentários no post mais recente.. deve-se prender com o facto de não queres comentários tipo força, um dia tudo muda.. ou não és a única..
isto, porqeu no fundo.. tu sabes isso.. mas há dias em que apetece esquecer a força e só chorar..
percebo-te.. acho eu.. quem dera não..
beijinho grande grande