Tuesday, November 11, 2008

aos amigos


passo por um momento de reflexão.não sou forte e não sei deixar de ser chorona.lembro me dos dias do meu aniversário, relembro me das viagens que fiz e não esqueci,dos livros que li, reli e adorei, dos amigos (alguns...) perdidos e outros achados... penso nos que amo e se me amarão da mesma forma.mais ou menos intensa. se as pessoas que quero, me querem sem barreiras; se as pessoas que realmente considero, ao menos olham para mim .... com algum sentimento.

não consigo fugir. uma cabeça à toa... à roda!uma vida inteira de sorrisos e lágrimas, feitos e desfeitos, enlaces e desenlaces, e de tantas companhias diferentes...

ao conhecer alguém, como saber se essa pessoa estará ao meu lado para sempre? como encontrar a genialidade que torna única cada ser humano?não estou a falar de amor, ou pelo menos apenas...estou a falar de pessoas, aquelas que aparecem na minha vida.vêm sem nada nas mãos mas de repente há uma partilha e o amor ou amizade, chamem lhe o que vos apetecer, passa a incondicional.

não são assim os grandes amores e as grandes amizades da vida? nos momentos da minha vida, alegres ou tristes, intensos ou delicados, dramáticos ou de morrer a rir (lembro me sempre da cena de estacionamento das Amoreiras), sempre tive pelo menos 2 grandes amigos ao meu lado, sem contar com a família.

a curiosidade mata.e não deixo de pensar em quem, dos meus amigos, estará comigo daqui a 10 anos. mas sei que gostaria de agarrar cada um deles e atá-los a mim, para que ficassem a vida inteira comigo...

29 comments:

Baraújo said...

que grande homenagem...

ate agora ninguem me provou o contrario. por isso digo...

mais do que o amor. a amizade dura para sempre!

beijo terno

AnaMar said...

A amizade é a mais pura forma de amor...
Muito belo o que escreveste.

Maria said...

Os amigos a sério ficam connosco sempre, para sempre.
Excelente texto de reflexão...

Um beijo, Vela

inBluesY said...

de certa forma estamos sempre ligados, por fios invisiveis que nos acordam do barulho e cansaço do dia-a-dia, e recordamos deles, dos amigos, quando eles necessitam de nós. só pode ser esse fio invisivel, como que de um passo mágico nos acorda e permite ir lhes dar a mão. sempre gostei desse momento.

e existem momentos que deviamos escrever para nunca mais esquecer, e quando formos velhinhas rir a bom rir, ao lêr :D.

Teresa Durães said...

apesar de ser demorado, sei que os amigos são aqueles que quando nos distanciamos por um tempo e voltamos a encontrar falam-nos sempre da mesma maneira. Para além daqueles que gostamos de ouvir e nos ouvem

Cruztáceo said...

Acho que não interessa os que estarão daqui a 10 anos mas os que estão aqui e agora e que pensámos que não estariam. E são-no( amigos) sem nos apercebermos disso.

A menina do bairro said...

sei do que falas porque para mim os amigos é a familia que eu tive a felicidade de escolher!

beijos

Lídia said...

... bjs e mais bjs. Os amigos são tantas vezes o nosso porto de abrigo. Os verdadeiros continuarão a sê-lo.

poetaeusou . . . said...

*
amigos
110 ou talvez mais,
tive eu um dia...um dia...um dia,
,
brisas cantantes, deixo,
,
*

O Espírito do Tai Chi said...

Tão lindo o que escreveste quanto tão linda é a tua alma.
Continua assim... porque só assim a vida tem razão de ser...

Beijinhos,

António Serra

PavlovDoorman said...

Estou como a Menina do Bairro e é algo que sempre digo aos mais próximos, amigos eu escolho.

A menina não acha um pouco incómodo andar com pessas atadas assim atrás de si tanto tempo?
Não é preciso atá-las, elas sempre estarão lá para a fazer rir, para a ouvir, para a acarinhar...

Beijo Menina das Velas

P.S. :P

Vício said...

não entendo o porquê da pergunta!
tu sabes que ninguem vai estar contigo para sempre!

Luis Eme said...

isso não existe, com amarras, Velas.

mas os verdadeiros amigos nunca se esquecem... há amigos que não vejo há mais de dez anos e sinto ternura quando os recordo. e sei que quando nos vermos, será bom...

bjs

ci said...

é bom ter amigos assim...

beijo da ci

fatima pb said...

"amizade leva tempo e dá trabalho" é uma das minhas frases preferidas

eu levo a amizade muito a serio e penso que na vida de hoje nós nao temos muito tempo para ela.
para ser amigo, é preciso prim conhecer, saber coisas da pessoa. depois, gostar,gostar incondicionalmente, gostar muito apesar de nao se concordar com tudo e de hver coisas que nao se aprecia, sentir carinho, ternura, desejar sempre o bem.
Mesmo gostando infinitamente dos amgos, nao se está sempre para eles. Pq é impossivel. As vezes estamos doentes ou com problemas nossos, ou a dar atençao a um familiar, a um outro amigo, etc etc.

Eu sinto esse amor, essa ternura, esse desjo que estejam bem e felizes, a batantes pessoas que conheço. com algumas dessas eu convivo diariamente, outras esporadicamente, outras partiram da minha vida de todos os dias mas ficaram a morar para sempre no meu coraçao.
Sei que algumas vezes ajudei pessoas amigas, sei que outras vezes nao estive para elas e "rezei" para que estivessem outras pessoas. Na minha vida houve alturas que alguns amigos estiveram mt presentes e outras alturas diferentes estiveram outros amigos....
O que eu tentei ensinar a minha filha é que a amizade é o nosso bem mais precioso e que devemos nos dedicar a ela: ser amigo é um prazer incomparavel, ter amigos é uma necessidade incontornavel. E concluindo, amizade é amor. sem sexo.


beijinhos, meus para ti!

Thiago Forrest Gump said...

A amizade é um sentimento imprescindível!

Sea star_ Hannanur said...

Um amor para sempre? não sei se existe.prefiro pensar que os mais curtos sejam mais intensos.alguns marcam-nos na pele como uma tatuagem.São os que nos fazem sentir vivas.

Já os amigos, esses sim são para a vida.Não precisam estar presentes para sabermos que nos amam incondicionalmente, com os nossos quês e porquês.É recíproco.
Depois estão em alguma fase da nossa vida, os amigos de passagem.Divertem-nos, cumprem um ciclo.Também são importantes.
E há os que foram paixões e hoje são amigos especiais.por quem ainda se suspira.

Bom,isto está longo,e tu és uma pessoa especial por quem tenho um carinho virtual.Por alguma razão e não é só a escrita, gosto de ti.

Tem uma boa noite Velinhas

Beijoca ;)

Dawa said...

É sempre bom ter amigos por perto, sejam de há muito tempo ou não, mas o ideal mesmo é viver cada dia como se fosse único, aproveitar sempre a amizade dos outros como se aquele fosse o último dia, em vez de pensar o que vai acontecer amanhã.
10 anos é uma eternidade!!!!
Beijinho grande!

maripoza said...

"Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"

Vinicius de Moraes


Beijo esvoaçante

O Intelectual Distraído said...

logo que aqui cheguei
iniciei a palavra amigo

incondicional

melgadoporto said...

Boa questão!
Amigo vs Amar/Amigo
Comecei por ter certezas absolutas.
Quando amei comecei a ter dúvidas, se algo acontecesse.
Ontem, depois de um telefonema, sei que o será para sempre.
Mesmo que ame perdidamente.
Parece-me ainda estranho!
Vamos tendo períodos longos de silêncio.
Mas acabo sempre por voltar.
E quebra-se o silêncio, por momentos.
Voltamos amigos…
Mas sente-se que é duradouro o sentir.
Por isso te entendo no achares complicado.
É mesmo!
Mas é bom ser e ter amigos.
Mesmo que se ame e gostássemos que fosse mais do que isso.
Nunca se sabe…
Por isso serena e ama!
Não desistas, nunca!
:-)

mfc said...

Acredito que os meus amigos estarão sempre comigo.
Não podia pensar de outro modo.

João said...

tudo muito bonito, blá, blá, blá... e palmadinhas nas costas já agora, aspirinas pas dores de cabeça também dão jeito, mas a unica pessoa que disse tudo foi a Teresa Durães. Na muche.

Apenas eu said...

Já te li ontem e não comentei, hoje voltei, a amizade vela, quando verdadeira é um amor que nunca morre.
Agora quem estará ao nosso lado daqui a uns anos... eu também gostava muito de saber, acredito nos meus amigos, e penso estar com eles para sempre se possível, mas a vida é uma incognita e muitas vezes prega partidas...

Vou só dizer aquilo que eu sinto, nunca mistures amizade com amor, pois além de ser confuso, arriscas a perder as duas coisas. (aconteceu-me a mim...)

Mas esta tua reflexão deixou-me a pensar...

Beijos Vela.

morethanfeelings said...

Acho que todos nos passamos por momentos destes. E, na minha opinião sao momentos muito bons, de reflexao pois so relfectindo podemos aproveitar os que temos connosco no nosso dia a dia da melhor maneira.. Eles ficaram sempre aqui, nem que seja no nosso coraçao! beijinho

nuvem said...

Gostei tanto de te ler a sensibilidade nestas linhas...

Um beijo grande

Sofia said...

Mesmo quando a vida nos afasta, não quer dizer que deixemos de ser amigos. Às vezes é preciso deixá-los ir, porque é o melhor para a vida deles e querer o melhor é ser amigo. Custa, mas a vida é mesmo assim. Outras vezes somos nós que partimos, porque tem que ser, porque assim o desejamos... mas os verdadeiros amigos continuam sempre ao nosso lado, mesmo que do outro lado do mundo.

Jotabê said...

Sabes, eu uma vez li que o melhor amigo de cada um, é a pessoa que a determinada altura foi paixão, depois passou a objecto do nosso amor, e por último aquele elemento que nos alimenta a rotina. No fundo, o nosso melhor amigo é a pessoa que escolhemos para partilhar a vida, os outros, que chamamos amigos são ‘peças’ voláteis do nosso quotidiano. Permanecem, ou não, na nossa vida em encontros esporádicos, partilhamos com eles momentos, nada mais, e desaparecem por vezes com tanta facilidade como a incompreensível velocidade com que os fazemos (fazemos amigos).
eu, como tenho um permanente défice de atenção (fruto da minha educação descuidada), sou muito exigente, demasiado, com os amigos, acho que, como a maioria das pessoas, passo meses sem ver amigos, e nos reencontros há aquela ‘festa’ (que parece a extensão de uma noitada recente)
isto para mim não é amizade, e apesar de querer pensar o contrário (como não consigo gerir tudo isto com normalidade) (essa gestão que parece que tu fazes, que me parece normal), afirmo peremptório que não tenho amigos, apesar de os fazer com alguma facilidade.
Sei especificamente quais dos meus amigos não estarão comigo daqui a 10 anos, ou cinco ou um, já nenhum está.
Quanto ao amor, é uma auto-estrada mais ao lado, bastante mais complexa, e segundo a teoria que referi ali atrás, o amigo de que tanto desejamos

:|

beijocas

nat. said...

tocaste-me!

Muito bonito o que escreveste...

às vezes penso o mesmo!

Beijinho!