Friday, January 29, 2010

também eu sou de vidro escurecido

Meus amigos sou de vidro
Sou de vidro escurecido
Encubro a luz que me habita
Não por ser feia ou bonita
Mas por ter assim nascido
Sou de vidro escurecido
Mas por ter assim nascido
Não me atinjam não me toquem
Meus amigos sou de vidro


Sou de vidro escurecido
Tenho fumo por vestido
E um cinto de escuridão
Mas trago a transparência
Envolvida no que digo
Meus amigos sou de vidro
Por isso não me maltratem
Não me quebrem não me partam
Sou de vidro escurecido

Tenho fumo por vestido
Mas por assim ter nascido
Não por ser feia ou bonita
Envolvida no que digo
Encubro a luz que me habita

[Sou de vidro_Lidia Jorge]

12 comments:

Virgínia do Carmo said...

Este poema é soberbo...

Beijinhos!

Maria said...

Todo o vidro escurecido fica mais transparente se houver uma luz por perto... e o teu olhar pode ser essa luz.

Beijinho, Vela.

joão said...

esta caramela (Lidia Jorge) foi minha prof. de português 3 looongooooos anos no rainha dona leonor. é estranho como uma pessoa tão estupida pode escrever uma coisa tão bela!Acontece...e deve ser um acaso porque a prosa dela é execravel.

Barbara said...

Não encobristes luz alguma, ao contrário, expressastes coragem e saiba que vidros escurecidos são menos frágeis.

Lu.a said...

Grande, grande poema!!! o.O

JonyFingers said...

Guardei a foto e as palavras com cheiro a mar, a desejo e a vidro escurecido... abre as janelas primeiro, para a luz poder atravessar.

Aquele abraço,

Baila sem peso said...

Vidro escurecido pode ser garrafa
pode ser janela, pode ser escuridão
não acredito que sejas assim
talvez mais como uma pecinha de vidro límpido de cristal...
e isso que tem de mal??!!
é sinal que vives num coração!

Bom domingo então
beijinho na tua mão :)

Miudaaa said...

Hoje como sempre vou espreitar o vidro escurecido por que sei que mora lá dentro um ser bonito... um ser de vidro envolvido em formas de ser e sentir, em palavras partilhadas em um ser de quem gosto.

Beijo da miudaaa. Que tenhas um Bom Domingo.

Miudaaa said...

(porque será que o meu "por que" se separou??? malandro... mistake :)

Sandra F said...

Passei pela luz das tuas velas, e gostaria de te dizer que partilho contigo a mesma raça do teu melhor amigo, tb é a minha melhor amiga, atrevida, irrequieta, mas única!

Mar Arável said...

Os cristais

também projectam sombras

Pedrasnuas said...

TU ÉS DE VIDRO MAS DE UM VIDRO MACIÇO...COMPACTO...NADA DE VIDRINHOS QUE SE QUEBRAM...ÉS FORTE

ADOREI O POEMA

FICA COM A LUZ QUE TE COBRE