Tuesday, November 14, 2006

Carta às horas, aos minutos e aos segundos...à Vida


"Vida,
Tinha eu 15/16 anos quando me disseram que ia começar uma das melhores fases da minha vida.
A malta "mais velha" gosta de mandar bitaites, é o que é, "quando cresceres vais ter saudades do tempo do liceu", "que sorte seres novinha" e por aí a fora...pouco parecia haver por descobrir...parece que já me tinhm alertado de tudo...
18 anos!Maioridade!Ficamos felizes momentaneamente, depois vem aquele arrepio na espinha, já sou crescida, para o bem e para o mal.
Mas se tivesse sabido a tempo o que os dias contam um por um teria sido melhor???
Não sei...nada é mais importante do que o nos toca a alma, aquilo que esperam de nós, por muita importancia que possa ter, nunca é tão importante, ou pelo menos não deveria ser, quando chegamos onde queriamos ir ...ou melhor ainda onde nunca contávamos ir!
Não gosto muito de te entregar os pontos, mas às vezes é o mesmo o melhor, tantas são as supresas que trazes constantemente, que para quê desgastar me e não deixar correr...
Espero que te divirtas comigo e me deixes divertir contigo.Que me testes, como o tens feito para que saia mais forte, que me tragas oportunidades unicas, que me deixes ver e sentir as horas, os minutos e os segundos...
E que me deixes aprender e seguir a intuição e a chegar onde só chega quem não tem medo de navegar e/ou naufragar."


"Os navios estão a salvo nos portos, mas não foi para ficarem ancorados que eles foram criados." (Autor desconhecido)
"Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades".(Epicuro)
(Viver pode ser um exercicio muito divertido.....................Tem dias!)

12 comments:

Jotabê said...

Tenho umas saudades imensas dos meus 15/16 anos, bem mais propriamente dessa altura da vida onde tudo está ao alcance. Parece que temos de aceitar a vida como ela é, como não volta atrás, teremos de conviver com a nostálgia de uma forma saudável.

Obrigado pela visita, desde que me foste lá enxovalhar por causa dos U2, nunca mais tinhas aparecido.

:)

Beijocas

Scarlett said...

Acresecento: "O navegador não pede vento favorável, ele aprende a velejar" , não me recordo do autor.

sónia said...

bom texto...
entre outras coisas, lembrei-me de "e hoje apenas isso me faz acreditar que eu vou chegar contigo
onde só chega quem não tem medo de naufragar"....

Teresa Durães said...

(ainda agora vim de um blog com a mesma frase dos barcos...)


eheheheheh

em frente!!! à barca!!!

Teresa Durães said...

"- O barco está mais seguro quando está no porto, mas não foi para isso que foram construídos os barcos. Nunca deixes de ter dúvidas. Quando as dúvidas param de existir é porque paraste na tua caminhada. Existe um momento certo para interromper tudo. Estás a renascer, tens de arriscar coisas novas".


pronto, fiz a troca de citações!!!

boa noite

Anonymous said...

vai correr tudo bem, claro! nao correu connosco?...

Tiago said...

um caminho, uma caixa, um mar, uma definição de vida,
ser que respira, reproduz, deixa descendencia.
se fosse fosse assim tao facil nao seria vida, seria apenas sobreviver.

bjs
tiago

Maçã de Junho said...

"...que me deixes ver e sentir as horas, os minutos e os segundos..."
Que me deixes sentir-te, durante horas, minutos, segundos, que me faças sentir as horas, os minutos, os segundos... Que eu sinta que vale a pena deixar o tempo passar.

Beijinho Grande

Maçã de Junho

pintoribeiro said...

Enquanto houver. Cartas. Bom dia, bjinho,

Eva said...

...ancorados... ganham verdete!

Cris said...

Os navios estão a salvo nos portos, mas não foi para ficarem ancorados que eles foram criados!!!

Temos que passar pelo cabo das tormentas para sabermos do que somos feitos!!!! Toda a razão!!!

Bjos

Cris

sôdona.leide said...

obrigada pela visita ao meu cantinho!