Tuesday, November 07, 2006

Gerberas, luz, eu...estrelas!

Enquanto cortava as hastes

do ramo de gerberas

amarelas



logo após a chuva
uma luz dourada- entre nuvens –
incendiava o céu
Com um gesto exacto e perfeito

Como a vontade de uma pétala indefesa

face às vontades do olhar
caminhei para a janela



Não queimei os olhos com luz da cidade

Mas sim renasci da gravilha quente

Ouvi um canto

Ouvi a ponta dos meus dedos crepitando

como estrelas .

(just me)

8 comments:

Tiago said...

raio amarelo, quente que aquece os sentidos, pontas de dedos, dedilhares de petalas, astros, coisas lunares.

bjs
Tiago

Miudaaa said...

Um grito de alerta!!!
Uma forma de dizeres ao Mundo, estou AQUI, estou viva entre todos os seres vivos, sejam eles pessoas, estrelas, nuvens, chuva...
Adorei... um beijo da miudaaa

Bandida said...

perfeito.



ser mais que uma pétala. uma flor inteira.




abraço!
______________

Dark-me said...

Adorei!
Dark kiss

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

Adorei!!!
Lindo, Genial!
Terno!

Um beijo e um bom dia

Cris said...

Adoro Gerberas!!!

Um beijo

cris

Estranha pessoa esta said...

E na ponta dos dedos as sensações.
E na ponta da alma o seu renascer.

:) **

Su said...

gosteiiiiiiiiiiiiiii
jocas maradas