Monday, May 21, 2007

bola de cristal

Os montes. O verde onde durmo. Que paz! Recuo o horizontes. Impossível!Inútil: o dia prossegue...

Nas mãos, na bola de cristal, pelo avesso o que hoje é sonho , e em tantas direcções (não a que pedimos ou queremos...outras) se perdem os destinos.
Pensamos, prisioneiros, pensamos. E quanto mais subimos no pensamento, mais presos estamos à terra.
Suaves, as nuvens fogem.Para onde? Para onde irão, lúcidas estradas em vôo, os pensamentos?
Baixassem, nuvens, errantes e nos levassem a alma.

Fugir, buscar...até encontrar...o que não creio, mas quero.Estou cansada e mais suave quero o sono.A plenitude, e antes do sono o pensar na vida sem dizer:merda! merda!Tenho sede, vinho com que não me esqueça, mas me cole asas. Pois estou cansada.

Suavemente, as horas fogem. Sem sabe-las, as horas fugirão mais ainda. E o que nos espera?Nada, o nada. Tudo, o tudo.Incompleta é a vida, sabemos,mas são tantas as águas da eternidade. E se deuses há, por favor não nos abandonem.

43 comments:

Vera Carvalho said...

Ahh!! Como percebo este desabafo, este protesto!
Pelo menos deixa os pensamentos fugirem com as nuvens, esses são livres sempre que queiras!
Adoro, adoro e nunca me farto de ler-te!
Um abraço e uma boa semana para ti.

A estranha said...

As horas passam mas podem não fugir... é preciso beber-lhes o néctar...

Os Deuses calaram-se no Céu e na Terra...

O cansaço vem com a luta...

Um beijo que se quer reparador!*

Dawa said...

Recuperar as asas e voar para mais longe: é o segredo!
Beijinho grande!

TONY, Duque do Mucifal said...

para onde vao os pensamentos?
hum...por vezes perdem-se no meio do nevoeiro que vai em certas cabeças!

Bandida said...

nada nos deve colar as asas, Vela. elas existem para sentir o vento e planar entre o que queremos que seja a nossa verdade. sempre.

beijo V.

B.
______________

Bandida said...

sempre presente no Bandida. obrigada Vela. sempre atenta. sempre doce.

b.

Su said...

gosto de ler.te. já o disse. mas não me canso de repetir...

a eterna busca? ou o nosso querer eternamente mais e mais?

jocas maradas de sentires

joaninha said...

o que é preciso e calma e sentido de humor pratico o suficiente para saber dar a volta por cima!

*beijinhos*

amazing said...

Deuses????

Desisti de acreditar neles.
Acho que simmplesmente, cresci. Deve ser isso.

Mas para que querias tu as asas?
Já pensaste que não terias companhia? Serias a única com asas!

Alegra-me, no entanto, ver que mudaste do verde para o vermelho! ;)

Teresa Durães said...

estou desconfiada que os deuses também andam cansados. a vida é incompleta, sim, mas sem procurar mais incompleta fica.

mas gritar faz bem à alma ;)

beijos

Lizzie said...

Parabéns pelo teu blog, é fantástico... Vou espiar com tranquilidade *

Carracinha linda! said...

Com tanta coisa que ruim que se passa pelo mundo fora, só posso concluir que os deuses talvez estejam em hibernação.

As horas e os dias fogem. O tempo passa rápido. Continua a busca por aquilo que não conseguimos encontrar. Os nossos pensamentos prendem-nos.

Temos que aprender a contornar os problemas e aprender mais a saborear a vida. Que não é fácil...não é. Mas também não nos podemos dar por vencidos (fala aquela que perdeu a esperança).

Beijinhos e boa semana!

Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! said...

Fujir ... o destino esta predistinado ... nunca sabemos o que esperar entao achamos sempre que é o nada ... mas o nada não existe por traz de td existe sempre alg coisa. kiss

Luis Eme said...

Acho que eles se divertem muito connosco" Velas"... é por que não nos abandonam...

PintoRibeiro said...

Os deuses ou Deus, conforme a opinião, já se fartaram. Acho. Disto. De nós. E com justiça, diga-se.
Bjinho.

Lu.a said...

Boa semana...

Beijokas! :)

Sea said...

acho que os Deuses, estão é com Alzheimer. Esquecidos e tal... :D

e a vida é o tudo e o nada.
no meio, está esse desconforto, a descrença, a tristeza.
há que aprender a rir :)

beijo

Isabel said...

Os Deuses são algo em que queremos acreditar na busca de resposta para as nossas dúvidas.

Bjt

crispipe said...

.....pois......eu continuo a acreditar....a bem da verdade às vezes não sei em quê ou em quem.......mas acredito!!!!

Jokas grandes

Memórias de Um Sorriso Luso said...

Obrigada.Tu também.

Gostava de te ler mais optimista Velinhas.

Beijo

pn said...

não creio, velinhas...
quanto mais subimos mais nos desprendemos da terra (baixio de humanos)
e à distância, melhor vemos a nossa tão finita dimensão, a nossa pequenês
puxa a "manche" para ti... isso, deixa subir. além, o princezinho, de uma nuvem, a sorrir-te...

Maria Ostra said...

Nunca devemos abandonar as asas... até quando rugimos como leoas! :))

DP said...

Na verdade as horas fogem, mas podes agarrar os minutos ... mesmo que não te espere nada, quando lá chegares sabes que fizeste alguma coisita

Belzebu said...

Longe vão os tempos em que eu pensava que havia deuses, que nunca me abandonariam! Hoje conto comigo, só comigo, nesta vida incompleta, que eu aos poucos, lhe vou dando sentido!

Saudações infernais!

veritas said...

Pensar dói...um pensamento bem Pessoano...uma das minhas temáticas preferidas...

Bjs. Boa semana.

Maariah said...

não gosto de bolas de cristal

sofro por antecipação

lurainbow said...

Quando falares, procura que as tuas palavras sejam melhores que o teu silêncio...
Lindo :)

E não te venho entregar o sorriso que te roubei mas sim depositar uns quanos aqui :))
Beijinhos cheios de COR

©õllyß®y said...

Pelo pensamento nossa Alma voa, longe...Meu doce beijo

tufa tau said...

sentiste o toque, ou viste na tua bola de cristal?

os deuses não nos abandonarão se não o fizermos uns aos outros e a nós próprios

um beijo

maria josé quintela said...

suspende-te nas nuvens e foge com as horas. é a única forma de não as sentires.
um beijinho.

Dias... said...

Gostei bastante, não do sentir mas da forma como o consegues expressar. Parabéns.
Beijo

Eric Blair said...

e tinha que ser laranja, ainda por cima a fugir pró rosa? :)

João Cordeiro said...

Obrigado pelo teu singelo comentário.
Apanhas umas asas de borboleta e voas para onde te sentires melhor.

nothing said...

Bonito texto..
Continuo a identificar-me com tantas coisas que escreves por cá...

Tem um bom dia!

Beijinhos

little_blue_sheep said...

:*

Mina said...

Hum... só se forem os deuses da boa disposição, paz e amor! Para desgraças, já bastam as terrenas :)
Bjs!

brisa de palavras said...

O pensamento viaja...treme estremece....se há Deuses ..eternidade...não sei...deixa-te levar.
um abraço
brisa de palavras

Pierrot said...

Não creio que o façam...
Os deuses não nos abandonam
Brincam é certo, mas estão sempre por cá, qual mestres de marionetas...
Os sonhos são feitos de prisões, de fugas, de mortes e renascimentos.
A tua prisão é necessária porque fará por certo parte de um caminho para chegares a esse campo de que falas...
Bjos daqui
Pierrot ausente

vida de vidro said...

Incompleta é a vida mas é o que temos. Para dela fazermos o melhor possível, todos os dias. **

Cris said...

Pedido dessa maneira, não há nada que te abandone, amarelo sol, verde esperança, palavra sentida.

Beijinho
C.

un dress said...

desconfio que os deuses se

escondem dentro das

pessoas...

será...?



*

borrowing me said...

estou num dia meio cinzento, logo
hoje não acredito em deuses...

principalmente o do amor!

mas não invalida ter adorado o texto. até porque ainda tenho muito para encontrar.
bjs grandes

olhos cor do lago said...

Eu tb ando triste....
Descobri k vivo no deserto...

É dramático, não é?

Beijinhos endiabrados para ti....