Tuesday, January 15, 2008

E vão 2!!!

E vão 2 anos que moro sozinha com o Simão...o meu cão...e vivemos lindamente...ou não tivessemos ambos mau feitio!
Cresci... soltei amarras e aprendi a estar comigo.Nem todos os dias são fáceis-não é por aí que os meus dias diferem daqueles que partilham a vida com alguém- e para além de nunca me sentir sozinha acompanhada em casa.Parece que tenho tempo para tudo. No entanto, não me iludo nem tento iludir, por vezes é estranho não ouvir outra voz em minha casa para além da minha, outros dias jantar apenas com a companhia do telejornal da SIC não é o que mais me apetecia, mas também pode ser agradável ter todo o tempo do mundo para ler, ouvir música ou ver na televisão ou no dvd só o que quero. Como repararam ...os meus dias têm dias...tais como os de toda a gente.Uns muito bons, outros nim e outros muito maus.




Fazer um balanço dos 2 anos não sei se terá alguma lógica.Na vida nem tudo são perdas ou ganhos.Estou a gostar muito da experiência, não só por mim mas também porque a minha relação com os outros se tornou mais forte.Como gostei dos 32 anos que vivi com os meus pais e o meu irmão.
Saí de casa porque era tempo .


Tudo tem o seu tempo...e no dia 15 .01.06 era o MeU.


Nem tudo é fácil mas também NuNcA ninguém disse que a vida era fácil...E se vos disserem não acreditem,façam se a ela porque só assim é possível viver um dia de cada vez !

34 comments:

PintoRibeiro said...

Tens é sorte!!!
Bjinho,

Sandro said...

Acho que tens a mentalidade perfeita para encarar esses dias...
Um beijo

Memórias de Um Sorriso Luso ® said...

A independência é o crescimento pessoal mais rápido.Ter a sorte de ter a família por perto é único, acredita.Não me parece que tenhas mau feitio como apregoas.Pareces-me certinha e doce.

Beijinho

Desassossego said...

Muito tempos Teus então...
beijo doce...

veritas said...

aprender a estar connosco próprios...bela vitória!
Já estava com saudades...

Bjs. Boa semana.

maria josé quintela said...

tudo tem o seu tempo...
.
.
.
aprender a viver na surpresa dos dias também!

pn said...

o Simão é um sortudo.

a Sic é um xarope.

a Velas é catita

Zélia said...

E podes orgulhar-te de ti :)

Um dia de cada vez :)

Beijinhos

Maria said...

E é tão bom aprendermo-nos e sabermo-nos.....

Assim. Mesmo se não houvesse Simão.

Beijo.

NETMITO-X-MULTIPLICITY said...

PROCURA O EQUILIBRÍO NOS TEUS OLHOS...
:)

LNeves said...

É como tudo na vida... Há coisas boas e más em qualquer decisão... É vida :)

***MUAH***

Dark-me said...

Estamos sempre a aprender!
Na vida ha coisas boas e coisas más.Das coisas boas temos de saber tirar o máximo proveito e das más, há que tentar vê-las como uma lição.

Dark kiss para ti e para o Simão :)

caditonuno said...

moro longe dos meus pais há cerca de 1 ano e meio e garanto mesmo que a vida nao é nada fácil. nao lhe podemos dar confiança, senao ela dá-nos pra trás!

em relaçao ao nao ouvires outras vozes... compraum papagaio!

Mateso said...

Mas viver é infinitamene uma coisa agridoce, é ou não é?
Eu adoro!
Beijinho.

Dias said...

Em 40 anos de vida, vivi so apenas durante um ano.
Preciso de companhia para me isolar :)

Parabéns miuda, tenho muitas saudades de viver so, mas prefiro partilhar as paredes e acima de tudo o som da infanta.

Espero que não festejes o 3º aniversario.

Beijo

Vício said...

ainda bem que estás a gostar da experiencia, mas concerteza que há coisas que faltam (como a toda a gente).

34 anitos heim? tb eu!

ChiCa said...

Ah e tal.., e quando reparas já passaram dois anos... para mim já passaram 3 e também fui morar sózinha porque tinha chegado o tempo!!!
E não é isso que me faz sentir mais sózinha, ou triste! Muito pelo contrário, nada como ter a casa cheia de amigos! Ou então ter a casa só para mim para me poder esticar no sofá vermelho a ver a telenovela mais rasca só porque me apetece!!!hehehehe!

Beijinhos que isto de morar sózinho não é para todos!

PS. Tá bem, tá bem... se um dia aparecer alguém...

laura said...

Revejo-me imenso nas tuas palavras.. também eu moro sozinha, com 2 gatas maravilhosas que "falam" comigo, também eu aprendi a estar bem comigo (ainda hoje aprendo) e também eu fiz um balanço. enfim, vivo um dia de cada vez, sorvo-o, aproveito-o ao máximo e vou escrevendo, sempre.
Bom ano para ti.

Maria Laura said...

Gosto desse blanço de 2 anos. Ainda bem que te sentes bem contigo, porque a vida é mesmo feita de dias sim,não e nim!! :)

miak said...

Acredita que é uma experiência que te vai definir como pessoa e te ajudar a encontrar muita paz. O resto aparecerá. Parabéns.

Lu.a said...

A mim parece-me um balanço positivo destes 2 anos...

Eu também já vivi sozinha, durante um ano e meio...e ADOREI! (mas "prontos", eu sempre fui assim a modos que solitária, deve ser de ser filha única).

Beijokas! :)

impulsos said...

Como tudo na vida, existem os dois lados da medalha...
Mas dois anos, já é tempo suficiente para aprender a dar a volta por cima quando batem à porta aqueles momentos menos bons.
Que venham muitos mais e de saúde, que é o mais preciso!

Beijo

tufa tau said...

nunca ninguém disse e, se o fez, enganou-se!

beijo e venham mais "muitos" a sós ou em boa companhia.

Vera Carvalho said...

É o tempo que nos constrói e nos destrói...
Será o cão o melhor amigo da mulher?!:D

FM said...

O tempo necessita sempre de equilíbrio, encontra-o...
Deixo-te ESsências de Luz.

João Silva said...

gostava de estar como tu! tou á 25 cos meus pais e tenho vontade de sair, mas nos proximos 2-3 anos n vai ser fácil!

poca said...

não moro com a minha mãe desde os meus 19..

morar sozinha é quase tão natural como beber um copo de água.

sou tão sociável quanto a minha disponibilidade o permita, mas preciso muito de espaço. do meu canto.

PintoRibeiro said...

As melhoras. Rápido. Bjinho,

un dress said...

outros modos de ser.

cada vez mais

comuns...





beijO

Vanda Baltazar said...

:) Gostei muito deste teu post!

Agora que nao tenho net em casa, tenho que aproveitar todos os momentos para vos ir visitando e matando saudades...sempre que é possivel!

Achei graça ao facto de estares a viver sozinha há dois anos...eu que tenho 47 ufffa tantos :) estou a viver sozinha pela primeira vez na minha vida...há 2 meses!! :)

É como tu dizes...temos tempo para tudo...é mesmo assim, vejo sempre o que eu quero e à hora que eu quero: televisão ou este ou aquele filme...

...talvez seja por ser apenas o incio...não sinto a solidão...atrevo-me a dizer que solidão senti eu, vivendo acompanhada, durante muitas luas...


Solidão é quando não nos ouvem, nao nos compreendem, nao nos sentem...quando a distancia emocional é muito maior que a distancia fisica...


E assim, tal como tu, um dia acordei e reparei que tinha chegado o Tempo de dar às coisas o seu verdadeiro nome, de agarrar a vida pelos cornos e zarpar para o que, podendo não ser muito melhor, seria melhor, concerteza!!! :)

Cá estou.

Ainda não tenho cão.

Quem sabe um dia tenha um gato.

Até lá :) talvez um peixe.

De certeza tenho algo bem mais precioso: paz e serenas alegrias :)


Obrigada pelo teu post!

Votos de um bom 2008 para ti e para o Simão :)

Deixo-te um beijo ate que as velas ardam...

FERNANDA & POEMAS said...

Olá amiga, eu também vivo sózinha, á quatro anos e nunca me senti tão bem!
Compreendo o teu sentir, até o relacionamento com as outras pessoas é mais fácil.
Para mim foi assim!
Bom fim de semana.
Beijinho com carinho.
Fernandinha

Luis Eme said...

A vida é mesmo essa coisa de que falas, tem dias...

abraço "Velas"

Rain said...

"A vida pode não se grande coisa, mas tem dias..." (Miguel Esteves Cardoso - A Vida Inteira)

"Amanhã começo a correr..." Tirei de um dos teus posts, é um dos meus preferidos e lembrei-me de lembrar aqui esta frase porque acho que se coaduna com o que senti ao ler este... As mudanças são inevitáveis na vida e por mais que nos tragam felicidade, deixam sempre alguma nostalgia...

Beijinhos...

Valsa Lenta said...

Podia não a perceber... mas, percebo!

Siga em frente. Os 32 anos já passaram e já os conhece. Agora é hora de ir em frente! Respeite e respeite-se e cada dia será único na sua existência. Ame e ame-se!


Felicidades