Friday, January 25, 2008

sapos

Os sapos
gordinhos e pegajosos.
os sapos não olham,
mas estão lá fora...alertas!
Os sapos paralisam me.
Não penso, não respiro
e meu coração bate freneticamente.
Eu não sinto nada pelo sapos
porque eles não me deixam sentir.
A sua existência não me deixa existir.
Não é por ser feio,
o bonito e o feio depende de quem vê...
Os sapos são grandes, gordos e pulam!

Os sapos, num salto
crescem
procurando a manhã
quem sabe em honra à lua que se vai deitar.
Nas águas mansas, parecendo prata
como uma vela acesa,
conduzem se a um ar de paz e guerra...
Croc... croc... croc
E lá caminham eles
apressadamente para viver emoções...
para depois...
lutar com uns e outros...
por coisas banais , sem interesse.

Neste mundo existem
sapos aos montes!

24 comments:

♥≈Nღdir≈♥ said...

O tempo tomou conta da minha vontade… corre veloz ao sabor do vento…
Contudo… mesmo num desejo rápido, estou aqui… nem que seja apenas para desejar um bom fim de semana.
E parto… de novo sem promessas, porque não sei quando me será permitido voltar, fica então a vontade de regressar, um dia destes quando o tempo permitir…
Que fique o meu beijo e que dure pelo momento de ausência no espaço de um até breve.
Nadir

pin gente said...

mas esses não são verdinhos... nem viram príncipe!

abracinho

Eric Blair said...

uma veia cigana?
:)

FERNANDA & POEMAS said...

Olá amiga, desejo-te um bom fim de semana.
Beijinhos com carinho.
Fernaninha

Maariah said...

Sabes que já tinha pensado que dia 27 estarias lá?

Ainda não comprei bilhete e estou com receio de me atrasar mas estou à espera de outras confirmações.

Esta semana tenho de comprar.

Pink said...

Desta X não li o q escreveste...só algumas palavras n diagonal.
É q detesto batráquios! Detesto até os verdinhos em bonecos!!!
É 1 animal q p mim ñ me dá sorte alguma...e assim há uns anos p cá só consigo encarar o Cocas, dos outros desvio até o olhar!
Há quem deteste aranhas, ratos, cobras...eu detesto verdinhos.
Talvez, quem sabe...por causa dos vários sapos que se cruzaram n meu caminha e...principes? Se algum se transformou?
ya!...Só 1 mas outra princesa o enfeitiçou...
Mas bom fds p ti.
Até!

Pedro Branco said...

Existe tudo aos montes neste mundo: sapos, gatos, cães, pessoas...

Beijo.

brisa de palavras said...

Só uma pessoa com a tua sensibilidade se lembraria de fazer uma " homenagem " ao sapos...a vida está cheia de coisas e animais que circulam por ai a lutar por coisas banais.

um abraço

brisa de palavras

Maria said...

Ai Vela, acabei de colocar um post que bem poderia ser este....
... é o que eu sinto, tenho engolido pontualmente alguns sapos. Não vou engolir mais!!!!

Beijo

pn said...

só tenho uma rã chamada milú

pobre sapo, Velas!
porque paga ele, metaforicamente, o ónus da besta humana?

PintoRibeiro said...

Sapos, ogres e e e ....
Bom domingo, bjinho.

maria josé quintela said...

guerra a esses sapos!

Su said...

detesto sapos...........

......barcckkkkkkkkkkk

jocas maradas

un dress said...

podias chamar-lhes gente.

falas aqui

mais de gente que sapos...:)

© Piedade Araújo Sol said...

Ai existem, existem, se ainda virassem principes!

Dias said...

Neste mundo existem rarissimos montes que não sejam sapos.
Pisa-os...

Bom Post miuda, muito fora do que me/nos tinhas habituado.

Beijo sapudo e aos saltos

Twlwyth said...

Eu vi um sapo... :)

vsuzano said...

já uma vez escrevi sobre os sapos... os sapos que se engolem, os sapos que querem ser beijados...os sapos que ficam sem pernas....etc etc... rsrsrsr

boa semana...

Tchivinguiro: onde nasci. said...

Paletes de sapos, obviamente, personificados...

"Eu vi um sapo... Um grande sapo..."

Melodia que já animou a vida de muitas crianças...

Beijinho.

mariazinha said...

ewww, a minha história com os sapos não é a melhor... nem gosto de me lembrar.

uma boa semana, velas!

Maçã de Junho said...

CUIDADO
Os sapos também se engolem.......

Boa semana
M

Pearl said...

já diria a maria armanda...
" eu vi um sapo,
la la la la la
um grande sapo..."
:o)))***

cacau said...

é só encontrares o sapo certo... e vira príncipe...

Rain said...

Muito boa metáfora... Aos montes mesmo. Sufocante.

P.S - Já viste o filme "Magnólia"? Lembrei-me de uma cena espectacular onde há uma literal chuva de sapos, ao ler este teu post...