Sunday, February 10, 2008

uma gota de água

sou
uma gota de água,
um sopro de vento,
uma sensação,
um tormento.
sou
uma gota de água,
um lamento,
uma onda.
sou
uma gota de água,
uma pequenina parte,
mas juntando as partes posso navegar
e ver que é de gota em gota que se enche o mar.
sou
uma gota de água ,
com cor e forma,
tão simples.
sou
uma gota de água ,
que cai no chão
trazendo nela o universo
emoção e razão
o sim e o não,
o verso e o reverso.
sou
uma gota de água
a delicada fragilidade do ser,
a força de persistir
no olhar de quem me quiser ver.
sou
uma simples gota de água,
que ao mundo grita:
sou lágrima, rio e todo o mar!
continuo a ser apenas e só...
uma gota de água.

26 comments:

poetaeusou . . . said...

*
és um mar imenso,
força de vendaval,
sensação delicada,
de ser forte,
universo
em verso e reverso,
,
conchinhas
,
*

little_blue_sheep said...

:)

és LINDA!

MIL beijos e Boa Semana!

******************

Teresa Durães said...

sou um corpo acelerado que cai desamparado

beijo

Hannanur said...

Boa noite Velinhas

Vamos dar a volta? claro que vamos!
o quando e como...é que ainda não sei

Lindo este teu texto.
"mas juntando as partes posso navegar"

Isso! Aí tens a solução.

Um beijinho
É bom vir aqui.

Jotabê said...

parabéns, o poema está lindo.

:)

beijoca

mariazinha said...

"água, quase tudo, e cloreto de sódio"
:)
beijo*

Maria said...

és uma gota de água
********
és um mar imenso...

Beijo

Carracinha linda! said...

Uma gota de água linda!!!!!!

Boa semana!

Beijocas!

pn said...

és uma hidrovela
gotejante de mel

Lu.a said...

:)
Boa semana Velinhas...!!

beijo*

PintoRibeiro said...

E é muito, acredita.
Bjinho,

Pedro Branco said...

Gota a gota os rios vão cobrindo as margens de correntes que reflectem os olhares dos homens e das mulheres. Sentimos a voz deles no chamamento de todas as cores. Venham! Aqui... Ali... Ai! Brilharás para mim! De cada vez que voltares a desaguar no meu peito...

Genesis said...

Magnífico poema o seu, devo confessar que fiquei com certa inveja, pois gostaria de tê-lo escrito.
Não me entendas mal, a inveja que sinto me da forças para tentar escrever tão belas palavras quanto voce escreve.
Espelho-me em ti.

Mil beijos de carinho.

Su said...

jocas maradas de gotas...tantas...

canela_e_jasmim said...

És uma pequena gota de água do teu oceano de emoções.
Um abraço forte
Clotilde

DelfimPeixoto said...

Estou aqui
http://baudepoemas.blogspot.com/
http://ondasdocesondas.blogspot.com/

Luis Eme said...

O que seria do mundo sem a simples gota de água, que se junta a um número infindável de gotas e dão vida a rios e a oceanos...

abraço Velas

Red said...

até a sede mais profunda se sacia com uma gota de água... doce ou salgada...

bjo

Carla said...

e é tão bom ser apenas uma gota d'água...a beleza das coisas simples!

Mateso said...

gota de água que flui no ribeiro da emoção.
Beijo

Pearl said...

Sou alguém que ficou abismada com a intensidade que pode ter um poema dedicado a algo parentemente tão insignificante!!!
:o)))***

PintoRibeiro said...

Bjinho,

Maria Laura said...

Uma gota de água é algo delicado e pode vir a ser o mar inteiro. Gostei muito do teu texto.

tonsdeazul said...

Que a ao cair no mar perco-me na sua imensidão.

melgadoporto said...

Uma gota de água!
Reflecte formas tão díspares quando se olha através dela.
Umas vezes formas desejadas, outras menos desejadas.
Tomba donde e onde, queremos e não queremos.
Umas vezes uma gota de chuva num charco, sem reflexo…
Outras uma lágrima que pelo nosso rosto resvala, com imensos reflexos…
É assim e nem sei porque deveria ser diferente.
:)

Vera Carvalho said...

A grandiosidade das coisas simples!