Friday, February 02, 2007

...quando estou triste...

não sei porquê mas estou triste....
....quando estou triste....e parece que quero ficar mais triste ainda e chorar para limpar a alma....
....nunca contei este segredo e acredito que nenhum de vocês vai contar a ninguém... oiço esta música...


Não é uma música de amor no sentido homem/mulher é muito mais do que isso é a história de um amor sem limites.
Quem a ouve pensa, sem saber o sua essência, como uma musica romantica, uma espécie de coração quebrado, uma alma perdida que constantemente pergunta ao seu ente querido se valeu a pena terminar a relação e se tinha sido ele o culpado, como a outra parte afirma.


Mas não esta música foi criada a pensar na Sida e é nada mais que um filho homossexual que sofre de SIDA, muito desiludido com o pai que o abandonou. A comunidade Gay contestou na altura por achar que os U2 estavam a querer direccionar as atenções da SIDA tão e somente para os Homossexuais e não para toda a população em geral, algo de injusto, pois tratava-se de uma música em homenagem a um amigo homossexual que sofria de SIDA e queriam expôr esse problema. Além disso esta canção serviu depois para alertar para os problemas da SIDA em toda a Àfrica, sejam os infectados homo ou heterossexuais, crianças ou mulheres.



aqui vai...




And repeat, repeat, repeat...
Is it getting better
Or do you feel the same?
Will it make it easier on you now
You got someone to blame?

You say
One love,one life
When it's one need
In the night
One love
We get to share
It leaves you, darling
If you don't care for it

Did I disappoint you
Or leave a bad taste in your mouth?
You act like you never had love
And you want me to go without

Well, it's too late
Tonight
To drag your past out
Into the light

We're one
But we're not the same
We get to carry each other
Carry each other
One

Have you come here for forgiveness?
Have you come to raise the dead?
Have you come here to play Jesus
To the lepers in your head?

Did I ask too much?
More than a lot?
You gave me nothing now
It's all I got

We're one
But we're not the same
Well
We hurt each other
Then we do it again

You say
Love is a temple
Love, is a higher law
Love is a temple
Love, is a higher law
You ask me to enter
But then you make me crawl
And I can't be holding on
To what you got
When all you got is hurt

One love
One blood
One life you got
To do what you should
One life
With each other
Sisters, and my brothers

One life
But we're not the same
We get to carry each other
Carry each other

One ... one
Uh, uh, uh, oh
Make, make it, make it
Ahh, ahh, oh
Ahh, ahh
And one
Ahh, ahh ... oh

29 comments:

joaninha said...

já conhecia a música e gosto muito dela... não sabia era a história associada a ela... Mas falando da tua tristeza não podes deixar que ela dure muito... tens que sorrir e animar te! (eu sei... é bem mais fácil escrever do que fazer... e contra mim falo...) força! anima te! ;)

*beijinho*

Carracinha linda! said...

A música é claro que já conhecia. A história por detrás dela é que não.


Em relação a estares triste e quereres chorar...isso não tem mal nenhum. Aliás, acho até que alivia o sofrimento. Chora, deita as tuas mágoas cá para fora. Vais ver que te vais sentir mais leve!

E embora estejamos aqui nesta blogosfera, estamos cá para te ouvir/ler e para te apoiar.

Um bom fim-de-semana!
Carracinha linda.

Cris said...

Sou suspeita, gosto muito de U2 e esta música é fantástica!

Bom Fim de Semana!!!

Beijinho

Cris

MiguelGomes said...

A música... É tão bonita... Obrigado.

Bom fim-de-semana e fica bem,
Miguel

Mina said...

Também conhecia a música, mas não a sua origem. É linda e triste... num dia como o de hoje, adequa-se na perfeição :)
Bom fim de semana ;)
Bjs!

crispipe said...

A musica é linda.....e o sol brilha lá fora....se abrires a janela ......
Jokinhas.

Eva said...

"As lágrimas são o derreter do gelo da alma".

Boa escolha musical;)

Cusco said...

Um grande fim-de semana e se estás mesmo triste pensa que:

"NOS TEUS DIAS MAIS TRISTES
DE MÁGOAS E DESENGANOS
PENSA QUE JÁ NÃO EXISTES
QUE MORRESTE HÁ MUITOS ANOS"
(A.A)

Até breve
SE DEUS QUISER

brisa de palavras said...

Não conhecia a música...confesso que já aqui tinha passado mas não tinha talvez percebido a razão da tua tristeza....
As velas ardem mesmo até ao fim , mesmo aquelas que aos olhos dos outros tenhma formas estranhas...mas tantas vezes tão belas...
nunca deixes que a tua vela se envolva numa aurea de tristeza, deixa arder sempre chama!
Voltarei!
um abraço
brisa de palavras

sea said...

Ou não fosse eu uma fã dos U2, há largos, largos anos:)

Essa música traz-me à memória uma noite longínqua, perdida no passar dos anos, em Santa Cruz, à beira mar. A tristeza e o desânimo estavam presentes, ao olhar alguém ao som de:
"But we're not the same
Well we
Hurt each other
Then we do it again
You say
Love is a temple
Love a higher law
Love is a temple
Love the higher law
You ask me to enter
But then you make me crawl..."

Por acaso, sempre tive tendência para, quando estou triste, ouvir músicas que me deixam ainda mais triste.
Portishead é, normalmente, uma das minhas escolhas :)

beijo e ânimo, sim?

P.S.: Chinoka Power!!!!

sonia r. said...

Com música desta duvido que fiques triste. Beijinho e um bom fim de semana.

Pierrot said...

Velas:

Curioso que amo esta letra, esta música, já a ouvi centenas de vezes e até na nova versão com a M.J.Blide e nunca tinha relacionado com esta temática.
E está de facto incrivel
Boa
Grazia mille regazza.
Bjos daqui
Eugénio

Felipe Fanuel said...

Interessante observar como uma há uma polissemia em qualquer discurso. Uma simples música que tinha um certo objetivo é vista de muitas maneiras.

david santos said...

Olá!
Brilhante. Parabéns.
Bom fim-de-semana

boleia said...

deste um novo sentido a musica! faz sentido! e fica linda!

Su said...

boa musica

jocas maradas e fora com essa tristeza ...que pesa.........

osangue said...

Uma das poucas que gosto deles. Bjinho.Boa noite.

PR said...

Boa noite e bjinho. Keep on...

My Mind said...

Nem sempre os porquês das coisas são desvendáveis (como no caso de certa tristeza...) e talvez isso não importe muito...
Adoro esta música,profunda..."One"!
Um abraço

Pé de Salsa said...

A música é linda!
A tua tristeza é temporária, muito passageira. Penso mesmo que neste momento já estarás bem melhor...

Um abraço e tem um bom fim de semana.

al(ice) said...

Hoje também estou triste... posso sentar-me a ouvir?

Mundo Mágico said...

Sou muito suspeito para comentar...
Esta banda é a melhor de sempre,

Grande abraço

Giorgia said...

grande música, grande texto... és tu, em cada palavra!

have a pleasent weekend
beijinhos

Estranha pessoa esta said...

Eu sei porque estou!
E estou.

E estas palavras..
Cada poro teu em cada letra.

Abraço grande :) **

Diabba said...

Tb ando um kadito de cauda murcha, é da estção, o Inverno é sempre deprimente!!

Vá, há que remar contra a corrente da melancolia!

Beijo de enxofre

Teresa Durães said...

olá


adoro essa música
por todos os motivos

(detesto o verde sobre o laranja, custa-me a ler :))

e essa música representa muita coisa para mim
não só a Sida

todas as diferenças e rejeições . todas.
todos os estigmas.

boa noite velinhas

elsa nyny said...

Oh!!!
~Triste....?

Pronto, chora, chora muito, como uma criança...mas repara que as crianaças param de chorar de repente...e logo, logo voltam a sorrir :))
Faz isso, Linda!
E Muita força pa ti!!!

beijinhos!!

:))

MARIA VALADAS said...

Partindo á descoberta....descobri
este Blog muito interessante!

Voltarei para ver desde o principio.

Tomei a liberdade de te linkar!
Se houver problemas eu retiro!

Um bom domingo... e beijinhos
Maria

Vivis said...

Dias que a noite insiste em ficar ... que lágrimas não são suficientes...
tudo no seu tempo,
e amanhã pode ser diferente.

Beijo