Friday, January 19, 2007

porque será?

Nunca esquecerei o sorriso que fizeste na primeira vez que me foste buscar a casa...
Na cidade que te adoptou...
  • O tapete é felpudo e cor de laranja, comprado cuidadosamente a dois, para não me provocar alergias.
  • As janelas são amplas muito amplas...são no fundo as paredes da sala.
  • Minimalista a decoração da sala.Pendurado um quadro está torto.
  • No chão perfilam-se livros e os seus cheiros.Velas, cinzeiros, folhas recolhidas na rua e hoje já secas, mascaras africanas e batuques.
  • A colecção de isqueiros de prata e de murtalhas. Tabaco.Uma foto da moto que tristemente teve que ser vendida.

não recebo quando me dás
só recebo quando percebo que te dás
mas pode acontecer que te dês
e eu não perceba que te dás
decidi
agora mesmo
receber tudo o que dês
mesmo que percebas que tu não estás
(daniel sant'iago-Brinco de Palavras)

  • Adorava olhar por entre as vidraças, as nuvens a passear no céu, a formarem imagens.
  • Lá fora chover e dormir no tapete embrulhados na manta bem velhinha da TAP.
  • Cantar ao meu ouvido "O meu lado esquerdo" dos Clã e pedir para ouvir no seu "Nossa Sra da Solidão" do Palma.
  • E a música, sim a música...o bom gosto de alguém em quem felizmente existe a capacidade de ser eclético, ouvirmos Léo Ferré, Durutti Column, The Phazz, Rodrigo Leãoe dançar ao som de Maria Bethania ou Cesária Évora.

"....

If I would ever lose you,

To someone else one day,

I shall be diplomatic,

Just like Cassius Clay.

‘Cause you're so special...

‘Cause you're so special...

Just like anybody else.

...."

(De Phazz - Something Special)

"Ó abelha rainha
Faz de mim um instrumento
De teu prazer, sim, e de tua glória
Pois se é noite de completa escuridão
Provo do favo de teu mel
Cavo a direita claridade do céu
E agarro o sol com a mão
É meio dia, é meia noite, é toda hora
Lambe olhos, torce cabelos
Feticeira vamo-nos embora
É meio dia, é meia noite
Faz zum zum na testa
Na janela, na fresca da telha
Pela escada, pela porta
Pela estrada toda à fora
Anima de vida o seio da floresta
Amor empresta a praia deserta
Zumbe na orelha, concha do mar
Ó abelha boca de mel
Carmim, carnuda, vermelha
Ó abelha rainha
Faz de mim um instrumento
De teu prazer, sim, e de tua glória.
(Maria Bethânia - Mel)



Sim fui muito feliz. No momento certo!
O tempo, se calhar, tem sempre razão.Tudo tem o seu tempo!
E porque será que hoje quando olho para trás não fico triste mas com um sorriso e um brilho nos olhos.Porque fiz um amigo ...e coisa mais preciosa no mundo não há....
  • porque será que quando um de nós não está bem o outro sente/adivinha e como a distância fisica entre nós se mede em kms telefona para fazer a sábia pergunta:"Estás bem?"
  • porque será que quando estamos tristes temos que falar um com o outro para carpir mágoas e acabar a rir com as parvoices de que só nós nos rimos?
  • porque será que perto um do outro somos crianças e o tempo não passa e há sempre tanto para contar?

Amigos com Almas Gêmeas


O tempo tem razão.Aquele foi o nosso tempo.

Tudo tem o seu tempo e ele não volta para trás.

Hoje é tempo de sermos GRANDES AMIGOS.

Nó nós nas pernas,

nós nos pêlos,

nos inteiros,

nós nas tripas,

nos começos,

nós nos chamam,

chama inteira,

nos cabelos,

nós os nus,

nós Anais

,nós nas almas,

nós os Nin,

nós nas línguas,

nós nos troncos,

nós nos bicos,

nós nos cheiros,

nós os bichos,

nós no nicho

o nós nos nós.
Nunca nos devemos esquecer quem SomoS !

Tu serás sempre tu!

(eu)

35 comments:

elsa nyny said...

Olá!!

Gostei muito de me embalar ao longo das palavras!!`
Bonito!!

Beijinhos!!!

:))

Giorgia said...

absolutamente genuino, sentido, arrancado ao peito!

beijokas

Estranha pessoa esta said...

Sei lá o que foi isto.
Até senti um arrepio ao sentir estas palavras.....

joaninha said...

pelos vistos não fui só eu que fiquei arrepiada... ainda bem... fiquei preocupada! espero que se alguma vez tal coisa me acontecer reaja como tu... como gente grande! :)

*beijinho*

Anonymous said...

Pois... que dizer? Adorei, pronto
jnhs

Anonymous said...

"Estás bem?"
Que bom ler-te!
Que bom ver-me perdido (achado) entre as tuas palavras!

Dark-me said...

E que dizer depois de te ler??
Ao silêncio vou-me remeter!!
:)
Dark kiss

maria josé quintela said...

transparente (tu)

Oh Bethânia, o mel... e o fel.
tudo(dela)

amazing said...

Eu ia comentar que era do melhor que li aqui, mas esta frase deixou-me a pensar:

"nós nos bicos"

Anonymous said...

Nunca nos devemos esquecer que SomoS... Sim, é verdade...

Fica bem,
Miguel

cantabile said...

As palavras brincam nas suas mãos.
Parabéns!

Sea said...

Esse amazing, deve achar que anda com piada, melhor, que sempre teve... adiante...

Não esquecer quem somos,
quem connosco partilha umas "particulas" especiais,
ainda que ausentes,
distantes no tempo e no espaço,
na própria vida.

beijo grande

P.S.: gostei de te ler, pela sinceridade que imprimes às palavras.

Anonymous said...

Belo!

beijo

Anonymous said...

só para dizer olá!
bj

Estranha pessoa esta said...

Vim outra x sentir o arrepio...

Estas linhas e entrelinhas sao deliciosas.
Do melhor como diz o Cachopo!

***

Anonymous said...

Fantástico :)

Não deixes de escrever o que te vai na alma!

Bjinhos e bom fim de semana :

Maria Batista said...

O meu arrepio, para além da intensidade das palavras tb se deveram à descrição que fez da sala, do tapete felpudo laranja, da manta, dos livros, das velas ... veja a foto da minha sala do post de Outubro!!!

http://paramimmaria.blogspot.com/2006_12_01_paramimmaria_archive.html

Anonymous said...

Procura-se um amigo/a...

Não precisa ser homem,mulher:
basta ser humano, basta ter sentimentos,
basta ter coração.

Precisa-se de um amigo/a que diga
que vale a pena viver,
não porque a vida é bela,
mas porque já se tem um amigo.

Bom final de semana!!!!

Su said...

gostei de ler.te
gostei...........muito


jocas maradas de dias

Anonymous said...

É bom, é uma benção quando temos uma relação assim especial com alguém. Um post do coração. **

nuno portmore said...

Tão especial.

Este é um dos lugares mais especiais que conheço.

Como aquela enseada descoberta numa viagem ao oriente, feita de palavras ou cheiros, de luz ou puro absorver...

Sim... também me sinto flutuar...

Não sei se é mar, se é vento ou apenas um suave tormento... ler e permanecer inteiro.

Beijo

Anonymous said...

Saber?
E como se sabe tudo isso?

Quando era miúda, uam tia minha punha a rodar o dia inteiro os discos de uma grande cantora brasileira: Alcione!
Eu ouvia tanto aquelas musicas, que sei de cor algumas letras até hoje!
Esta semana parece-me que é já a segunda vez que me lembro de uma dessas letras ao ler um post...
E, o facto é que, uma dessas letras diz assim:
"Este amor me envenena
Mas todo amor sempre vale a pena
Desfalecer de prazer, morrer de dor
Tanto faz, eu quero é mais amor
A água da fonte bebida na palma da mão

Rosa se abrindo, se despetalando no chão
Quem não viu e nem provou
Não viveu, nunca amou
Se a vida é curta e o mundo é pequeno
Vou vivendo morrendo de amor

Gostoso veneno
Alcione"

E o que me afligia na altura era o porque que ela dizia que se tinha de sofrer para se amar, se o amor era uma coisa boa, feliz, que não podia fazer doer....
Mas nem sempre é assim...
Tudo isto poderá não ter muito a ver com o teu post, mas não faz mal, acho que tu, amiga, percebeste o que quis dizer, fica a pergunta, porque é que o amor tem de doer?

Beijos

Maçã de Junho




que gostava muito de Alcione, punha os d

off said...

é tão bom quando se conseguem aceitar as mudanças... quando se entendem... quando a amizade permanece...

é tão mau quando tudo isso não passa de fingimento, para no despreendimento ficar à espera que tudo volte a ser o que já não é...

Opintas / Bernardo said...

Bom fim de semana.

João JR said...

Lindo...este teu post está maravilhoso! Gostei muito de o ler e sentir:)
Um beijinho

Mendes Ferreira said...

obrigada.




pela gentileza.




bom fim de semana.

Scarlett said...

É por isto que Nós continuamos por aqui...

Anonymous said...

Porque será?
porque é
Porque foi
porque continuará a ser,
ser, todos somos pequenos
grande é o sentimento
toma lá dá cá!
porque será?
retiremos a pergunta e ficará a incerteza, o que será será!

bjinhos
Tiago

Anonymous said...

é uma velinha maravilhosa
adoro te ver, sempre acesa...
bjs grandes

Maresi@ said...

...deixei me enlevar pelas tuas doces palavras....
Sentires verdadeiros...

Beijo suave____Maresi@

Anonymous said...

Uma vela de "sete dias" que se vê arder com prazer.

:)

Bj

Belzebu said...

Cumplicidades deliciosas, aqui tão bem retratadas!

Esta vela tem um pavio que arde, arde sem queimar!

Saudações infernais!

Ruby Sackville-Baggins said...

Hello!!

Vim cá deixar um beijinho e desejar uma boa semana, dentro dos possíveis :)

***

Anonymous said...

Mudei de casa outra vez. É sina. Pois. Abraços.

Dawa said...

Lindo! "Tudo tem o seu tempo e ele não volta para trás.
Hoje é tempo de sermos GRANDES AMIGOS." Isto poderiam ser palavras minhas, mas... não tive ainda essa capacidade. ;)

Sorte e beijos grandes!