Monday, April 30, 2007

ao mesmo tempo

Ao mesmo tempo em que
Quero chorar também quero sorrir
E ao mesmo tempo em que
Quero dormir também quero acordar


A tristeza não impede a felicidade
Embora a dor só fortaleça a alegria
Ao mesmo tempo em que
É presente também é passado
E ao mesmo tempo em que
Algo começa também já está terminado


A melhor maneira de fazer o bem
É não fazendo o mal
Ao mesmo tempo em que
Quero chegar também quero partir
E ao mesmo tempo em que
Estamos parados o mundo move se
A vida passa se entre o céu e o chão
Dependendo do sim e do não

Ao mesmo tempo em que
Faz sol também chove
E ao mesmo tempo em que
É dor também pode ser amor
Lembrar é coisa da memória
Esquecer coisa do coração

29 comments:

veritas said...

Tentativa de harmonizar opostos?
Prenúncio de almas excruciadas que necessitam de extravazar os vulcões que as consomem,que necessitam de sentir o contágio... fiquemos também em chamas...deixemo-nos consumir...

Bjs.

crispipe said...

....A melhor maneira de fazer o bem é não fazendo o mal........

nem mais nem ontem.

Jokinhas

Jotabê said...

Ao mesmo tempo passa-se tanta coisa, pelo simples facto de sermos unidades tão pequenas neste universo tão disperso.

:|

beijoca

Peter's Thoughts said...

Há tempo para tudo, e tudo tem o seu tempo.
Bjs e bom feriado!

borrowing me said...

estarei errada ou isto são efeitos do dia meio estranho que esteve hoje...

o meu não correu muito bem, podia ter sido pior, mas toquei no divino para demasiado cedo o deixar partir...

bjs velinha

david santos said...

Lindo poema! Parabéns.
Todo ele revestido de realidade.
Mais uma vez, parabéns.
Adorei

Memórias de Um Sorriso Luso said...

Parabens! Atrasaditos, mas só agora espreitei o teu sítio.

Kiss

Teresa Durães said...

venho deixar uma gieste pelo 1 de amio. que os deuses estejam contigo

jocas

nothing said...

às vezes consegue-se estar em paz e em gerra... feliz e triste... acompanhado e sozinho...

Beijinhos e bom feriado!

Miss Alcor said...

Lindo. Simplesmente lindo.
Adorei particularmente: "A tristeza não impede a felicidade
Embora a dor só fortaleça a alegria"... lindo!

Su said...

a vida assim é....


jocas maradas

PintoRibeiro said...

A correr, bjinho,

A.S. said...

A vida é uma sequência inquietante de contrastes...


Um beijo!

Pedro Branco said...

Ao mesmo tempo que te esqueço te quero novamente.
Porque me fazes falta principalmente...
Ao mesmo tempo que uma palavra te procura o silêncio corre.
Porque só na vida o amor não morre...
Ao mesmo tempo que fico pequenino de chegar a ti moribundo me vou cansando.
Porque és tu e a tua voz rouca, que invento, a meu mando...
Ao mesmo tempo que não me ouves, uma lágrima apenas se estranha.
Porque tudo isso que cantas, é apenas a dor tamanha
De quem sabe que em si tudo se entranha...
Ao mesmo tempo que permaneço, me interrogo se partirei de vez.
Porque é forte o sim, duro o não, inquietante o talvez...

Afonso said...

Bom resto de semana . . .

Isabel said...

Gostei imenso do poema.
Vou ter o atrevimento de acrescentar algo que me saltou à mente:

Ao mesmo tempo que rimos alguém chora.
Ao mesmo tempo que falamos alguém cala.
Ao mesmo tempo que chamamos alguém demora.
Ao mesmo tempo que dormimos alguém nos embala.

Beijito

Confrade said...

belo poema!
muito ao jeito do "estou além " do antónio variações!
O ser humano é um bicho tramado... nunca está contente com aquilo que tem... acho que é o que nos torna únicos mas que às vezes nos faz sofrer...

PintoRibeiro said...

Sem tempo, bjinho,

Dawa said...

"A melhor maneira de fazer o bem
É não fazendo o mal". Gostei! Faz-me lembrar um principio que diz: s n podes fazer algo de bom, pelo menos abstem-te d fazer o mal. Lindo!
Beijos enormes!

Zé Gomes said...

O coração não é de fiar... e a memória tem dias...

Opintas/Bernardo said...

Borgeiano mas bom.
Um abraço.

Utzi said...

Um beijo muito grande... espero que estejas bem :)

Brain said...

Dicotomia de vida!

E...
"Lembrar é coisa da memória
Esquecer coisa do coração"

Final espantoso!

Beijo.

un dress said...

no entanto a memória...de.cora...







*

Zélia said...

Bjinho grande :)

Putty Cat said...

Olá!

Agradeço a visita no meu espaço e prometo voltar.

Beijo,
PCat

poca said...

dicotomias.. contradição... tudo coisas de quem tem coração..
está tudo lá.. depende do sítio de onde olhamos..

Pierrot said...

Lembrar é coisa da memória
Esquecer é coisa do coração...
Frase soberba
Não sei se concorde com ela, mas acima de tudo deixa-me a reflectir.
Bjos daqui
Eugénio

Vera Carvalho said...

E assim se consegue o equilíbrio, harmonizando os opostos...