Monday, May 01, 2006

1° Maio "Dia do Trabalhador"

Data

Tempo de solidão e de incerteza
Tempo de medo e tempo de traição
Tempo de injustiça e de vileza
Tempo de negação
Tempo de covardia e tempo de ira
Tempo de mascarada e de mentira
Tempo de escravidão
Tempo dos coniventes sem cadastro
Tempo de silêncio e de mordaça
Tempo onde o sangue não tem rasto
Tempo da ameaça

Sophia de Mello Breyner Andresen

Este poema retrata o dia do trabalhador de hoje!


6 comments:

de mim para said...

grande mulher!

boa semana

little_blue_sheep said...

bonito!

sa.ra said...

olá!
é um retrato tenebroso, mas real!
convido-te a ler isto, aqui:

http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=199673&idselect=13&idCanal=13&p=200
acho que vais gostar!

beijinhos!
tem um dia muito feliz!

Carlos said...

... descobri-te por acaso!
... uma coisa me fez parar,para te ler: o livro:

"as velas ardem até ao fim"

... para quem não sabe é talvez dos melhores tratados literários sobre a amizade! LEIAM-NO! COM URGÊNCIA!

XI-CORAÇÃO

greentea said...

já passei por diversos 1os de maio e hoje de facto a luta é outra,
bem diferente da de há 30 anos atrás...
mas escravizados talvez estejamos ainda mais....

bjs. depois de quase quinze dias de ausencia tenho tudo na maior bagunça e nem sei para onde me virar. tem um bom dia

greentea said...

Fiquei a saber que

"as velas ardem até ao fim " é um livro

daí a confusão de outro dia !!!