Thursday, May 25, 2006

O nós nos nós




nós nas pernas,
nós nos pêlos,
nos inteiros,
nós nas tripas,
nos começos,
nós nos chamam,
chama inteira,
nos cabelos,
nós os nus,
nós Anais,
nós nas almas,
nós os Nin,
nós nas línguas,
nós nos troncos,
nós nos bicos,
nós nos cheiros,
nós os bichos,
nós no nicho
o nós nos nós.


Nunca nos devemos esquecer quem SomoS !

18 comments:

greentea said...

nós nos nós

que se fazem e desfazem...
e nada como uma noite dormida no sofá com a televisão ligada!!!!
é onde se dorme melhor em periodos de insónia , de sonos dificeis...
O batido de morango tb é energético e anti depressivo - tudo junto deu-te uma maravilhosa noite de sono...

beijinhos.

Salvador said...

os nós dificeis sao os saborosos de desatar...
1 bjs

jmideias said...

Somos NÓS

BECITUS

amigona said...

Nunca!

Desassossego said...

...cada dia vamos desatando os nós em nós... caminhando para saber quem somos... o pior é quando se emprulha a meada... mas para isso temos o pai e a mãe que tomam conta do cão, a televisão, o sofá e até um batido... tenho para mim que foi da corrente de ar... que nunca esqueças quem és...

kiko said...

Proponho os livros do mesmo autor: Do Amor e outros Demónios e O Amor em Tempos de Cólera... ;)

Ant said...

E este nós que deixa o umbiguito lá no sítio dele a descansar... ;))
beijos

as velas ardem ate ao fim said...

Caro Kiko,
Obrigada pela sugestao mas já li tudo o que esta publicado do autor. o ultino-memorias das minhas putas tristes- que quase ningyem gostou eu adorei!
Bjos fica bem

as velas ardem ate ao fim said...

Dessassossego,
por nunca esquecer quem sou e que complico!

Isa Calixto said...

Gostei do post de hoje...espero que os nós tenham ido de vez...para ficares aqui assim bem disposta, junto de nós...

Beijito

Dani said...

Mas faz tão bem, esquecer quem somos, nem que seja por momentos...

Beijos

jorgesteves said...

Um bonito jogo-poema de palavras!
(todos os nós começam por ser laços...)
amizade,
jorgesteves

Luna said...

A vida é feita de nós cabenos desata-los
beijos

Anarquista Duval said...

O primeiro trabalho manual da morte foi o nó de forca.

naoseiquenome usar said...

Atamos, desatamos.
Se desatamos queremos voltar a atar; se atamos queremos desatar... nós e os nós :)
Também não durmo bem há tanto tempo... às vezes parece que se dá um nó na cabecinha. Mas depois passa. O dia alvorece e lá vamos nós para a vida atar e desatar nós.
Beijo.

girassol50 said...

Também adoro dormir no sofá...E é geralmente lá que durmo o primeiro sono, também com a TV ligada baixinho!!!!
Desatar os nós, ter fé em nós, nós e os outros, enfim, nada de desesperar!
Beijinhos e continua com o sono em dia...ou na noite!

Eli said...

Homónimas, atadas... as palavras são sopros... mas não sopro muito para não apagar essas velas que irão arder até ao fim!

:)

Janelas da Alma said...

Todos nós temos os nossos nós, mas sabe sempre melhor desatar os dos outros, devagarinho!...

Escelente post!

Um beijo,

Nuno Osvaldo