Saturday, May 06, 2006

150 anos após o nascimento de Freud



ANSIEDADE
"Medo é a resposta emocional a um perigo real. Ansiedade é uma reação de temor ou apreensão diante de situações inócuas ou pode ser uma resposta desproporcional ao grau real de 'stress' externo.
Os sintomas psicossomáticos podem ser: palpitações, boca seca, dilatação das pupilas, falta de ar, transpiração, sintomas abdominais, tremores e tontura. As reações emocionais também incluem irritabilidade, dificuldade de concentração, inquietação e evitação da situação ou objeto temido.
Ansiedade é a expressão sintomática de um conflito emocional interno que ocorre quando certas experiências, sentimentos e impulsos muito perturbadores são suprimidos da consciência.
Mesmo fora da consciência, os conteúdos mantidos no inconsciente retêm grande parte da catexia psíquica original. A liberação de lembranças ou impulsos proibidos, que buscam gratificação, provoca ansiedade por ser ameaçadora para o ego. O mesmo ocorre quando experiências traumáticas, profundamente soterradas, assolam o ego, exigindo uma elaboração mais aprofundada."
Não se preocupem.......................Freud resolve!!!!!!!!!!!!!!!!!!( dixit Nuno)

6 comments:

Isa Calixto said...

Ups!!! e eu que ando sempre ansiosa...será que Freud resolve mesmo????...Huummmmmmmmmmmm!!!!!!!

Jinho

raskólnikov said...

Talvez Lacan....

Su said...

se freud ...se ...
......aiiiiiiiiiiiiiiii - isto foi um grito de ansiedade

jocas maradas

ChiCa said...

Prabéns ao Freud pelos seus 150 anos!!! hehehe!

Obrigada pelos parabéns!!!

Bjs

Anonymous said...

Viva ao freud e ao seu "três ensaios sobre a sexualidade"

Bjinhos

Joel said...

eu sofro disso...
quando vêm aquelas crises de ansiedade entro em pânico!
é muito complicado superar isto, pk nunca se cura completamente, mas temos que viver, temos que sorrir e sentirmo-nos bem! o pior é que muitas pessoas não compreendem e pensam que é só fita... é muito mau! felizmente ainda se tem amigos e família que nos compreendem!
temos que sorrir e sobretudo sentirmo-nos bem conosco mesmos!
abraços