Friday, May 26, 2006

Elogio ao SOL!

Põe a tua mão
Sobre o meu cabelo...
Tudo é ilusão.

Sonhar é sabê-lo.



Bendito seja eu por tudo o que não sei gozo tudo isso como quem sabe que há o sol!


Como já vos disse sou dos trópicos e sem Sol não vivo, ie, vivo mal pelo menos. Deprime-me.....a sua ausência!

Amo-te SOL !

27 comments:

Salvador said...

Eu amo o Sol, tal como o teu Blog

1bjs

Carlos said...

...As mãos - são para onde meu olhar é
atraído……………….Quando imagino
que Elas acariciam, apertam, agarram,
dão segurança, e por vezes infinitas
escrevem tudo aquilo que não digo......mas sinto!

raskólnikov said...

Se n soubesse q era o sol da tua vida.... até ficava triste!!!!

Hasta

Salvador, cumé?!?!?! Tens k falar com o irmão primeiro, ai, ai, ai...

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

Como te entendo...também eu sou apaixonada por esse Rei...
Adorei o poema. Beijos

as velas ardem ate ao fim said...

Salvador es um querido!1 bjo

E tu Raslolnikov, tem juizo eu sou a irmã mais velha-bjocas

Desassossego said...

Não há nada como um dia de sol.... onde os raios nos acariciam...

© Piedade Araújo Sol said...

Eu já sou Sol, mas tb amo o sol!!!

A minha melhor hora: Um quarto para as Onze! said...

A Blimunda também gostava do Baltasar Sete-Sóis :D

inBluesY said...

:)

Raskólnikov ainda queremos saber como é da musica ?

bjs

raskólnikov said...

Claro!!!!

Já sei meter a musica em aspecto grade (ver ideiasdesalinhadas.blogspot.com) mas o que eu quero mesmo é como meter aquela barinha azul.

Sim, eu sei...sou pedinchas e, ainda por cima, picuinhas.

Hasta

Rui said...

Abre a janela, ele está lá fora.
Convida-o para uma bebida. .)

João said...

Sem dúvida que o sol é grande parte das vezes um factor condicionante do nosso estado de espirito e alegria. O sol reflecte-se em nós e isso reflecte-se no sorriso das pessoas que brilha...como um dia de sol.

Viva o sol!!!

Um abraço

Isa Calixto said...

E que o Sol te aqueça e ilumine.

Um beijinho de bom fim de semana

Amaral said...

Eu também faria um elogio ao Sol. Mas não consigo aguentar horas ao sol, desprotegido, numa praia, como vejo tanta gente fazer. Reconhecer a ilusão não é fugir dela; é, sim, aceitá-la e vivê-la com a maior intensidade…

little_blue_sheep said...

1 optimo fim-de-semana...cheio de sol!
bjoka

MiguelGomes said...

O teu blog é também um sol...

Era uma vez um Girassol said...

Eu também...e vivo mal sem ele!
Muito bonito...
Bjs

Carlos Barros said...

Dia 7 de Junho O Autor, Carlos Barros a Corpos Editora e o Clube dos Jornalistas tem o grato prazer de convidar V.Exa. , família e amigos para o lançamento do Livro - VAZIO DE CORES, no jardim do Clube dos Jornalistas no dia 07 de Junho, Quarta feira, a partir das 18 horas.
na Rua das Trinas, 127, -na LAPA- Lisboa

-Vazio de Cores- será apresentado por:

- PAULINO COELHO - Programa da manhã da Radio Renascensa.

- Ex Ricardo dePinho Teixeira


Será servido um "Copo".





Vazio de Cores


" Nem sempre o que parece é, nem sempre o que é parece. São os impasses da vida, ou nem por isso que nos fazem pensar em "coisas".

O ponto de partida destes contos foram quase sempre o nada, nada mesmo.

Cada conto saiu da imaginação que me faz viver e sonhar, mas partiu sempre da primeira frase, todos eles nasceram sem destino, mas com uma vontade muito própria, ganharam vida e vontades, grande parte das vezes de um enorme vazio de ideias, mas lá se arranjava um "espacinho" para conspirar e deambular, por mais uma "estória".

As minhas duvidas sobre a minha capacidade de inventar e construir, mantém-se intactas, adoro duvidar de mim, adoro ter dúvidas, adoro descobrir que ás vezes nem eu acredito em mim, isso faz de mim um perfeito idiota, ai fica mais uma duvida qual o idiota que eu sou!

Por isso são os nadas que foram passando pela minha cabeça que estão aqui retractados, bem ou mal, cabe a quem os lê avaliar, mas atenção…"

greentea said...

sinto-me mal em dias enevoados, revivo logo que o sol desponta!!

Sou Leão, Signo de Fogo , o meu planeta é o SOL. No Inverno visto-me de escuro; mal começa o Sol mudo para as cores do arco iris, alegres e vivas...

beijos de Soooooooooool

saxesaxe said...

o nome deste blog despertou-me a atenção, na verdade li este livri há pouco tempo e gostei muito, Sandor Marai...

Eli said...

:)

legivel said...

... estamos no mesmo barco; sem sol sinto-me ilegível, durmo mal, como menos e a praia sabe-me a pouco.

No inverno só me apetece hibernar...

beijos e um bom fim de semana!!

Belzebu said...

No antigo Egipto por alguma razão eles adoravam o Sol! Por alguma razão era uma civilização notável e avançada!

Também lhe presto devoção!

Saudações!

Maria Pedro said...

tás com sorte!
Tá TANTO SOL!!!

Giorgia said...

eu que tambem amo o sol percebo tao bem as tuas palavras... nao sou dos tropicos, mas sou tao mais feliz ilumunada...

beijinhos

Isolamentos said...

...já eu, tenho pavor de sol....esperam-me tempos dificeis...ah pois esperam.... o_Õ

longedemais said...

Está sol, oiço os pássaros aqui da árvore em frente à minha janela a cantar... É muto bom mesmo! Tal como tu, e como eu, tudo o que vive ama o sol! Vamos lá para fora "brincar" com o sol, deixar a sua força inundar-nos de calor e sorrir!
Beijos para ti, minha querida!
;)