Friday, July 07, 2006

A bofetada


Death be not Proud
Death be not proud, though some have called thee
Mighty and dreadful, for thou art not so,
For those whom thou think'st thou dost overthrow,
Die not, poor Death, nor yet canst thou kill me.
From rest and sleep, which but thy pictures be,
Much pleasure: then from thee much more must flow,
And soonest our best men with thee do go,
Rest of their bones, and soul's delivery.
Thou art slave to fate, chance, kings, and desperate men,
And dost with poison, war, and sickness dwell;
And poppy or charms can make us sleep as well
And better than thy stroke; why swell'st thou then?
One short sleep past, we wake eternally,
And death shall be no more; Death, thou shalt die.
(John Donne)
E sabem que mais todos vamos morrer, penso que vou ter uma morte doce, natural, que acaba com uma vida bem vivida.
Tou feliz hoje, amanhã não sei, mas sei pelo menos que sou muito melhor pessoa do que achava ontem e este meu estado se deve a mim e so mim por ter dado a volta por cima .
Obrigada pelos comentarios que me mimaram ontem porque precisava realmente.
Gosto de vocês!

7 comments:

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

Gostamos de ti.
Beijos..é bom ler-te assim

inBluesY said...

Gostei :)
jokas

Jotabê said...

Minha cara, não há nada para desculpar, venho aqui só para reforçar que o que eu disse foi precisamente isso, ou seja o amor de que se fala ali não é o amor que a miúda da primeira fila reflecte na imagem de desesperada com as mão na cara aos gritos apaixonada perdidamente pela figura do Bono.

Esta foi a imagem que me invadiu, quando li o post do Ant, e comentei em conformidade com a sensação que tive, não por desconhecimento ou no sentido de querer contrariar algo.

Por outro lado ainda, já tive oportunidade de referir ao Ant, que aliás é um amigo, a extrema dificuldade que tenho em o comentar devido à carga complexa e sentimental que ele tão brilhantemente coloca nos seus posts.

De forma e como tal, há posts que eu comento, não só os do Ant, mediante a imagem que me invade, volto a repetir, sem querer atentar ao conteúdo e intenção que o autor lhe coloca, que obviamente é estritamente pessoal.

Fico contente, por avaliar a fã que demonstra ser pelos U2, mas minha amiga não precisa de os defender, pelo menos em relação a mim, pois estamos do mesmo lado, eu também o sou.

Desculpa lá a extensão do com, mas eu sou um tagarela.

Bj

little_blue_sheep said...

bjinho grande e bom fim-de-semana!!

ps-tb gosto de ti ;)

Desassossego said...

Eu gosto de ti
tu gostas de ti
Ele gosta de ti
nós gostamos de ti
eles gostam de ti...
um xi...

saltei o vós... ficava esquesito...

Ana Luar said...

Adorei o que li aqui, se tudo o que li é um reflexo de ti então posso dizer: Gosto de ti!

Ana Luar said...

Deixaste-me preocupada com o comentário no meu blog:

talvez me sinta só.

Venho abraçar-te, pois na parte de dentro do meu abraço sei que jamais te sentirás só.
Não te quero triste mesmo que essa solidão seja passageira.
Acredita que por vezes o silêncio é uma maneira de colocar a cabeça no lugar e fazer-mos uma avaliação das nossas vivências... para que possamos partir para as escolhas.
Anda! Vem cá!
Aninha-te aqui nos meus braços... que te embalo até adormeceres.

Agora sinto que gosto... que gosto de ti!