Sunday, July 16, 2006

Morrer é apenas não ser visto. Morrer é a curva da estrada.(F.Pessoa)

15 comments:

Spiritman aka Bacardiman said...

Mas pode ser também uma forma de nos fazermos ver...

Oi, pois o polvo... e depois foi o estancionamento e o pessoal perdeu-se todo, e so tinha o tlm da Lena, ainda lhe liguei mas nao atendeu pelo q resolvi bazar, fica prá próxima.

Cumprimentos mixed by Jameson 12 anos.

Nota: o meu outro blog é

www.margens-margens.blogspot.com

segurademim said...

... sim, para ele que é celebre!!

mas nós, comuns mortais, é muito mais... é desaparecer, vanish! uma geração ou duas e já nem há memória!

(fixe a noite)

;)

Isa Calixto said...

Claro...quem sabe o que vai encontrar na curva da estrada!?...
mas que não há dúvida que deste lado deixamos de ver...que importa...quando se passar a curva, deixamos ainda assim, a mesma estrada...e Fernando Pessoa, também andou nela...

Um beijinho de boa semana...muita velinha acesa nas curvas :)

vida de vidro said...

"Apenas não ser visto". Talvez. Mas prefiro-me vivinha da silva! **

legivel said...

Quando vi a imagem, nem pensei mais; uma homenagem ao polvo!!
Mas passado o primeiro momento de euforia, dissse para com os meus botões «ná! isto é mais para os lados das gravatas; que o Fernando as usava de nó muito pequenino... mas não consta que tivesse deixado alguma em Carnide...

beijos e óptima semana!

geno said...

erga-se uma cruz por cada polvo que ontem tombou às mãos dessas gravatas assassinas... =)

ou as velas ardem sempre até ao fim. ;)

Jazz Manel said...

Atenção às curvas!...

Eric Blair said...

cruz credo!

Musician said...

Sim!!

Beijinho*

relatosdeumruivo said...

Morrer é terminar é o fim de um início...
:)

Sara MM said...

era bom era...... :o(

Bjss

Desassossego said...

morrer é recomeçar?!

MH said...

É a passagem para uma nova dimensão... Para o desconhecido...
Ou então!
Acredito que seja uma viagem com regresso marcado... Quando se volta, voltamos mais enriquecidos:)

Euzinha said...

Morrer é uma certeza, ponto. o truque é aproveitar as curvas, e ganhar embalagem para as rectas...e de preferência precorrer muita muita estrada!!

J

Ariadne said...

Encontro Fernando Pessoa ao longo do caminho, sempre a dizer a coisa certa dentro do mais perfeito embrulho. Tudo é ponto de vista, seja visto de que ponto for.

Namasté