Tuesday, October 31, 2006

Verde= Esperança...não é só do SCP que se fala...mas parece...

O leãozinho

Gosto muito de te ver leãozinho
caminhando sob o sol
gosto muito de você leãozinho
para desentristecer leãozinho
o meu coração tão só
basta eu encontrar você no caminho
um filhote de leão raio da manhã
arrastando o meu olhar como um ímã
o meu coração é o sol pai de toda cor
quando ele lhe doura a pele ao léu
gosto de te ver ao sol leãozinho
de te ver entrar no mar
tua pele tua luz tua juba
gosto de ficar ao sol leãozinho
de molhar minha juba
de estar perto de você
leãozinho.............
Passou se mais um dia....
Mas vamos ao que é importante, se não se importam, e penso que não:
  • O Sporting Clube de Portugal, gostei do jogo de hoje, bateram se de igual para igual. Sinceramente penso que os meus leoezinhos não estiveram mal;
  • Ao meu amigo imaginário T ( a minha insanidade??!!), o meu muito obrigada, pela sua capacidade de me ouvir, por partihar o mesmo clube e por ser quem é;
  • Esta letra porque é muito bonita e de alguém, Caetano Veloso, que gosto de ouvir e hoje decidi associa-la ao SCP.

(confesso que me apeteteceu dar uma de Nuno Rogeiro..ele dá sempre 3 razões)

Amanhã é feriado...Aproveitem...Eu vou fazê-lo que bem preciso...

Isto de andar com a cabeça entre as orelhas cansa....

4 comments:

O LEÃO DA ESTRELA said...

Tivesse o Sporting a experiência e a matreirice das grandes equipas e talvez hoje pudesse estar a disputar a liderança do grupo teoricamente mais difícil para as equipas portuguesas nesta edição da Liga dos Campeões. Foi a falta desses suplementos essenciais nas equipas de futebol de alta competição que impediu o Sporting de ganhar em Moscovo (onde empatou 1-1), de ganhar hoje em Munique (onde empatou 0-0) e de empatar ou ganhar ao Bayern em Alvalade (onde perdeu por 0-1). Independentemente disso, a equipa leonina está a fazer uma excelente campanha nesta Liga dos Campeões, pois já facturou quatro pontos em jogos com os gigantes Inter de Milão e Bayern, dando uma boa imagem externa do futebol português do presente e, sobretudo, do futebol português do futuro, mostrando novos valores que, no início da época, não estariam equacionados, como são os casos de Miguel Veloso e Yannick Djaló. Um Sporting que pratica um futebol positivo, um “futebol honesto”, tão honesto que revela a falta de tal “matreirice”, que as grandes equipas exploram em muitas situações de jogo, em particular nas jogadas de bola parada. Um futebol que em Munique vulgarizou o Bayern, mas a que faltou sempre uma pontinha de qualquer coisa – ora um pouco mais de força física, ora um pouco mais de velocidade sobre a bola, ora um pouco mais de discernimento, ora um pouco mais de gente na área adversária... – para fazer o golo tão desejado. Ainda assim um Sporting pouco feliz, que nos dois jogos com os alemães chutou a bola contra a barra e o poste adversários. E se esses dois pontapés tivessem resultado em golo, as contas desta Liga dos Campeões estariam agora muito favoráveis à equipa portuguesa. Mas, como diria o célebre Malcolm Allison, “em futebol, o ‘se’ é apenas uma palavra”. E não adianta exaltar vitórias morais. Adianta, isso sim, continuar a aplaudir esta equipa, que, ainda este ano, vai dar muitas alegrias a todos os sportinguistas. De resto, continua tudo em aberto nesta Liga dos Campeões.

O LEÃO DA ESTRELA said...

Volta sempre!...

Trivialidados said...

Realmente a música é fantastica, agora o clube....

TONY, Duque do Mucifal said...

essa musica...gosto mutio!tem uma sonoridade que nos embala, uma musica que nos transporta para um lugar tranquilo. Lembro-me que um amigo meu benfiquista telefonou-me com essa musica quando fomos campeões. Desde esse dia, associo essa musica ao meu SPORTING.